Postagens

Mostrando postagens de Junho 30, 2009

Novo iPhone tem problemas de superaquecimento

Jornalista da PC World afirma que o novo smartphone da Apple, o 3GS, esquenta demais; Apple já foi processada por explosão Se você já tem um iPhone 3GS (algumas pessoas estão trazendo do exterior ou comprando em lojas que importam) e acha que o aparelho esquenta mais do que deveria, saiba que não é o único. Vários usuários estão reclamando do calor gerado pelo novo smartphone da Apple.





Um deles é o David Coursey, que escreve para a PC World americana. Segundo ele, em duas oportunidades, o aparelho, adquirido há poucos dias, mostrou ter problemas com superaquecimento. E ele não está sozinho. Ele publicou um comentário no Twitter e recebeu o retorno de outras pessoas com o mesmo problema.

Outro usuário publicou na internet que estava gravando um vídeo (um dos novos recursos do iPhone 3GS) quando o aparelho ficou quente e apagou. Coursey acha pouco provável que Apple faça um recall, pelo menos por enquanto, já que o aquecimento registrado, pelo menos em seu caso, não foi tão grave. Mas se…
Sony prepara híbrido de celular e videogameA Sony está considerando desenvolver um híbrido de celular e player de jogo em um lance para melhor competir com a Apple seus populares iPod e iPhone, disse jornal diário Nikkei no sábado.O conglomerado de entretenimento e eletrônicos japonês lançou o seu primeiro Walkman três décadas atrás, dominando o mercado de música portátil, mas tem ficado para trás na disputa com o iPod e o iPhone nos últimos anos.A Sony prevê a criação de uma equipe já no mês de julho para desenvolver um novo produto que combina funções de seu player portátil de jogos e os telefones móveis da Sony Ericsson, o Nikkei disse.Um número crescente de fabricantes de jogos, incluindo a Capcom e a Square Enix Holdings estão oferecendo software para o iPod e o iPhone para aproveitar a popularidade dos produtos da Apple, o que representa uma ameaça para o PlayStation Portable da Sony e para o Nintendo DS.Porta-vozes da Sony recusaram-se a comentar o relatório.
UE vai padronizar carregadores de celularOperadoras móveis decidiram apoiar a iniciativa da União Europeia de padronizar os carregadores de bateria dos aparelhos móveis.O acordo entre Nokia, Sony Ericsson e outras importantes companhias do setor prevê que celulares compatíveis com carregadores padronizados estarão disponíveis na Europa a partir do próximo ano."As pessoas não vão precisar mais jogar seus carregadores fora quando comprarem um celular novo", disse o membro da Comissão Europeia, Guenter Verheugen, acrescentando que acessórios obsoletos de aparelhos móveis geram toneladas de lixo na Europa anualmente.Segundo a Comissão, o acordo deve ainda implicar a criação de uma norma europeia que garanta novos celulares com tomadas micro-USB também padronizadas para aumentar a compatibilidade.Motorola, Apple, LG, NEC, Qualcomm, Research In Motion, Samsung e Texas Instruments também concordaram com a mudança.
Imagem
Google não encoraja Android nos netbooks


Reprodução Mascote do Android e seu teclado: longe dos netbooks Gerente de Open Source do Google nega que sistema Android rodará em netbooks e pede paciência aos brasileiros.Em visita ao Brasil para participar da décima edição do Fórum Internacional de Software Livre, Chris Dibona, Open Source Programs Manager do Google, disse que as experiências com o sistema operacional Android rodando em netbooks não partiram do Google."O sistema depende muito do touch screen, e os netbooks não possuem esse recurso. Assim, a experiência do usuário pode ser muito prejudicada. O Android não tem suporte a aplicativos com cursor”, explicou Dibona. “Não é uma coisa que encorajamos, mas também não desencorajamos. A plataforma é livre para que cada um faça o que quiser com ela”, finalizou.Questionado sobre a demora do Android em chegar a outros aparelhos e a outros mercados, Dibona respondeu pedindo paciência. “O Android só está aí por uns seis meses, e temos mui…
Imagem
SMS é pior que álcool para motoristas


Getty Images Enviar mensagens de texto ao volante pode ser mais perigoso que dirigir embriagado, mostra teste
SÃO PAULO - Enviar mensagens de texto ao volante pode ser mais perigoso que dirigir embriagado, mostrou um novo teste da revista Car & Driver.
Estudos anteriores mostravam o efeito em simuladores, mas a revista colocou condutores em veículos reais para fazer o teste.
Dois jornalistas da revista - Jordan Brown, de 22 anos e Eddie Alterman, de 37 anos – tentaram frear enquanto liam e depois enquanto digitavam mensagens de texto após uma luz se acender no painel do carro. Eles também repetiram os testes embriagados.
À velocidade média de 56 km/h, Brown sóbrio levou 6,5 metros a mais para acionar o freio enquanto lia uma mensagem e 4,8 metros a mais quando escrevia. A 112 km/h, o motorista levou 9 metros a mais pra frear no primeiro caso e 9,4 no segundo.
Sob a influência de álcool, a 56 km/h, o motorista levou 2,1 metros a mais para frear e, a 1…