Postagens

Mostrando postagens de Julho 24, 2012

venda de chips em bancas de jornais está proibida

Anatel esclarece que venda de chips em bancas de jornais está proibida

TIM apresenta plano de 800 páginas

mas não eleva investimentosRecebimento do plano foi confirmado nesta terça-feira pela Anatel. Principal empresa afetada pela decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em impedir a venda de chips, a TIM, que tem as vendas suspenas desde segunda-feira (23) em 18 estados e no Distrito Federal, apresentou nesta terça um detalhamento do seu plano de investimentos, com 800 páginas, para os próximo dois anos. O recebimento do documento foi confirmado pelo superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos, durante reunião em Brasília. A apresentação do plano, e sua aprovação pela Anatel, é o caminho para tentar reverter a suspensão das vendas de novos chips. A empresa chegou a entrar na Justiça para reativar a venda de chips, mas teve seu pedido negado.
"Como todas as empresas, a TIM apresentou um plano bem grande. A TIM, de forma proativa, trouxe grande equipe e um plano de 800 páginas", declarou Ramos. O primeiro encontro, ocorr…

Governo espera que operadoras voltem a vender chips em 15 dias

Operadoras estão impedidas de vender desde esta segunda-feira.
Liberação é de responsabilidade da Anatel, que é agência independente. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta terça-feira (24) que o governo espera que, de 10 a 15 dias, as operadoras de telefonia móvel apresentem soluções de curto prazo para falhas nos serviços e que as vendas de chips sejam retomadas. As operadoras de telefonia Claro, Oi e TIM estão impedidas de comercializar chips e serviços de internet a partir da zero hora desta segunda-feira (23), em estados onde lideraram os índices de reclamações sobre a qualidade de seus serviços. A medida, imposta pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), exige que as empresas apresentem um plano de investimentos contendo metas para a solução dos problemas. A liberação das vendas depende da aprovação desses planos pela Anatel – que é uma agência independente. O ministro reuniu-se por cerca de duas horas manhã desta terça-feir…

iPhone 5 terá o dobro da memória, 4G e NFC

Imagem
O iPhone 5 deve começar a ser fabricado em quantidade em agosto para permitir o lançamento no final de setembro ou início de outubro
O iPhone 5 deverá ter tela maior e mais alongada que a do iPhone 4S, mas é provável que seja mais fino que ele São Paulo — O iPhone 5 vai ter 1 gigabyte de memória RAM, o dobro da capacidade do iPhone 4S. Vai ser compatível com redes celulares 4G LTE e terá conexão sem fio NFC, que poderá ser usada para pagamentos por aproximação. Essas afirmações, que não chegam a surpreender, são do site americano BGR, que diz ter confirmado os dados com uma das suas fontes secretas de informações. 
O BGR também diz que, contrariando alguns rumores, a fabricação do iPhone 5 em quantidade ainda não começou. A Apple estaria na fase de produzir protótipos para testes. Mas os fabricantes de componentes já devem estar fabricando as peças para a montagem do smartphone.  Essa informação é confirmada pelo noticiário Digitimes, de Taiwan, que diz não have…

Phone 5 vai usar novo formato de cartão nano-SIM

Imagem
Operadoras europeias estão estocando o novo cartão SIM, que ainda não é usado em nenhum aparelho à venda, em preparação para o lançamento do iPhone 5 O iPhone 5 deverá ter tela maior e mais alongada que a dos modelos atuais São Paulo — Você pretende comprar um iPhone 5? Então prepare-se para trocar o cartão SIM da operadora. O novo smartphone da Apple deve usar um cartão no novo formato nano-SIM, mais fino e cerca de 40% menor que o micro-SIM empregado no iPhone 4S e em outros smartphones e tablets atuais. Embora não haja informações oficiais sobre o iPhone 5, as chances são grandes de que ele use o nano-SIM. Entre março e maio deste ano, a Apple venceu as rivais Nokia, RIM e Motorola numa batalha pela aprovação do novo padrão de cartão no Instituto Europeu de Padrões de Telecomunicações (ETSI na sigla em inglês). Como os cartões incluem tecnologias patenteadas, havia interesse dessas empresas em controlar o padrão. Com a vitória da Apple, o desenho elaborado pela…

Claro, Oi e TIM são punidas, e Vivo escapa. Por quê?

Imagem
A Vivo escapou da proibição de venda de novos planos de celular imposta às concorrentes Claro, Oi e TIM e deve se beneficiar do episódio. Veja a razão das punições em detalhe A Vivo escapou da proibição porque não foi a pior, em qualidade do serviço, em nenhum estado brasileiro São Paulo — Nesta próxima segunda-feira, em diversos estados brasileiros, quem for a uma loja Claro, Oi ou TIM contratar um plano de telefonia celular pode voltar de mãos vazias. As três empresas – como tem sido amplamente noticiado – foram proibidas de vender novas linhas. Mas esse hipotético consumidor pode decidir ir à loja vizinha – da Vivo. E a operadora do grupo Telefônica terá ganho mais um cliente. 
Segundo a Anatel, as prestadoras punidas são as que apresentaram o pior desempenho por unidade da federação. E a agência reguladora não considerou a Vivo pior em nenhuma delas. Para avaliar o desempenho, a Anatel estabelece metas para as prestadoras. Essas metas estão descritas no Plan…