Criador do Cydia desbloqueia Google Glass

Mal as primeiras unidades do Google Glass caíram nas mãos de um pequeno grupo de desenvolvedores, os códigos que mantêm o fabricante no controle do dispositivo foram hackeados.

Na manhã deste sábado, o pesquisador Jay Freeman, conhecido por quebrar a segurança do iOS e criar o aplicativo Cydia, que permite instalar apps pagos gratuitamente em iPhones, publicou imagens do Google Glass "hackeado".

Como se sabe, o Glass é entregue aos desenvolvedores com uma série de limitações, entre elas a proibição de emprestar ou vender os óculos para terceiros ou criar aplicações que gerem competição com os sistemas de publicidade do Google.

De acordo com Eric Schmidt, chairman do Google, as restrições servirão também para evitar "usos inapropriados" do Glass. Afinal, há várias situações em que o óculos pode ser usado perigosamente, como ao dirigir um carro, por exemplo.

Segundo Freeman, no entanto, todo esforço do Google em proteger seu hardware é em vão. Assim que soube que o Glass rodava a versão 4.04 do Android, o Ice Cream Sandwich, conta Freeman, ele passou a tentar explorar "conhecidas brechas" deste sistema. 

O pesquisador conta que encontrou uma porta de acesso ao sistema e implementou modificações que equivalem a um "jail break".  Para provar a façanha, Freeman publicou imagens do dispositivo "hackeado" na web.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa