Postagens

Mostrando postagens de Julho 9, 2013

BlackBerry vai lançar smartphone com o sistema BB7

Imagem
No entanto, parece que o aparelho vai ser apenas uma exceção dentro das novidades da empresa. Se você se interessa pelas novidades que aparecem constantemente no mundo da tecnologia, sabe que as grandes companhias do ramo têm o costume de atualizar os seus softwares e lançar aparelhos cada vez mais modernos — principalmente se elas estiverem dentro da briga pelo mercado de smartphones.Contudo, indo contra essa espécie de norma dos lançamentos, é provável que a BlackBerry oferte um novo smartphone no final deste ano que deve rodar um antigo sistema operacional da empresa, conhecido como BB7. Segundo rumores, há grandes chances de que o aparelho seja o modelo Bold 9720, que teve imagens vazadas na Tailândia.Apesar disso, um porta-voz da companhia afirmou que o antigo sistema operacional não vai voltar em larga escala para as prateleiras de lojas no mundo todo. O foco da BlackBerry é o de trabalhar com apenas seis aparelhos por vez, sendo que a grande maioria deles v…

Anatel estuda bloquear celulares estrangeiros homologados no Brasil

Imagem
A partir do ano que vem, as operadoras de telefonia móvel poderão bloquear automaticamente celulares piratas. Quando a medida foi anunciada, ficou esclarecido que isso não afetaria usuários de telefones comprados no exterior, desde que eles fossem homologados no Brasil. Agora, no entanto, a Anatel cogita a possibilidade de bloqueá-los também.
Caso haja uma mudança no posicionamento inicial, o bloqueio também afetará os modelos já homologados no país, mas não pertencentes a lotes produzidos para o mercado nacional, ou seja, trazidos na mala por turistas ou introduzidos no mercado por importadores irregulares.  Assine a tag anatel para ser avisado sempre que novos conteúdos marcados pela tag forem publicados
Uma fonte anônima da Anatel explicou ao Tele.síntese que uma parcela da agência favorável ao bloqueio dos celulares não produzidos para o Brasil alegam que algumas funcionalidades interferem no sinal do celular no país e de que o ideal seria impedir o seu uso. …

Carlos Slim investe US$ 40 milhões no Shazam

Imagem
DivulgaçãoA empresa que controla o Shazam recebeu um aporte milionário de um dos homens mais ricos do mundo, Carlos Slim. O investimento, de US$ 40 milhões, surpreendeu por ser apenas o segundo de Slim na Europa, mas faz sentido, já que sua fortuna está ligada a empresas de telecomunicações.

Carlos Slim é dono da América Movil, que no Brasil controla Claro, Embratel e Net. Seu dinheiro será usado, segundo a Reuters, na expansão dos serviços do Shazam através da TV - como recurso que leva telespectadores ao site de anunciantes.

Instalado em smartphones e tablets, o Shazam reconhece músicas e programas televisivos pelo som - estando em um ambiente aberto ou aproximando o aparelho das caixas de som. 

O milionário chegou ao Shazam através de um dos investidores de capital de risco da empresa, a Kleiner Perkins Caufield & Byers, do Vale do Silício.

Gradiente planeja lançar mais iphones brasileiros

Imagem
Fontes dizem que será um produto 'top de linha', mas sem propósito de ser igual ao iPhone 5

ReproduçãoProtagonista de uma novela que se arrasta há meses, a Gradiente parece não ter desistido de fazer valer o direito que possui sobre a marca iphone no Brasil.

Segundo informa o colunista da Veja Lauro Jardim, a empresa pretende lançar "muito em breve" e "de forma agressiva" uma nova linha de smartphoes com nome iphone.

Fontes ligadas à empresa brasileira disseram ao colunista que será "produto top de linha, que não tem o propósito de ser igual ao iPhone 5, mas tem a pretensão de estar adaptado às condições brasileiras".

Além de brigar com a Apple por causa do nome, a Gradiente também enfrenta o Banco do Brasil, a quem deve R$ 947 mil. Como garantia do pagamento, a instituição financeira indicou a marca iphone, de titularidade da IGB, mas não obteve êxito até então.

Se não houver acordo, a marca pode, em último caso, ir a leilão, o que abr…

Anatel investiga participação de operadoras em caso de espionagem

Imagem
Governo americano foi acusado de monitorar telefonemas e e-mails no Brasil



A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) instaurou procedimento de investigação para apurar se empresas de telecomunicações sediadas no Brasil violaram o sigilo de dados e de comunicação telefônica. A decisão, anunciada hoje (8), é em resposta a denúncias sobre um suposto sistema de espionagem de cidadãos brasileiros, feito pelo governo dos Estados Unidos por meio da internet e da telefonia.

Reportagem publicada domingo (7) pelo jornal O Globo revelou que as comunicações do Brasil estavam entre os focos prioritários de monitoramento pela Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês), segundo documentos divulgados pelo ex-agente norte-americano Edward Snowden. Os dados eram monitorados por meio de um programa de vigilância eletrônica altamente secreto chamado Prism.

A Anatel terá ajuda da Polícia Federal e de outros órgãos federais para investigar o …

Plugin para navegador desbloqueia conteúdo do Netflix americano

Imagem
Biblioteca de filmes e séries do serviço nos Estados Unidos é muito maior do que a brasileira
ReproduçãoO Netflix é um serviço que não para de crescer no mundo todo e tem agradado seus usuários. Entretanto, os brasileiros podem sentir falta de conteúdo, que existe de sobra para os assinantes americanos.

Como boa parte dos filmes e séries é produzida nos Estados Unidos, por empresas locais, fica mais fácil a negociação do direitos para realizar o streaming para o país. Trazer o conteúdo para o Brasil é mais complicado e pode ser necessário legendar e dublar o conteúdo, mas isso não significa que o brasileiro não possa ter acesso.

A assinatura do Netflix é global e o conteúdo a que o usuário tem acesso é determinado apenas pela localização de seu IP. Se você está nos EUA, mesmo tendo feito uma conta brasileira, tem acesso ao conteúdo de lá, mas no Brasil, recebe apenas os filmes e séries disponíveis aqui.

Para driblar esta necessidade, uma possibilidade é configurar …

Aplicativos gratis da apple essa semana

Como a Nokia testa a resistência de seus celulares

A Nokia é bastante conhecida por fabricar celulares resistentes que, quando caem no chão, quebram o chão. Hoje a fabricante finlandesa publicou um vídeo mostrando como testa a durabilidade de seus aparelhos antes de eles chegarem às lojas. Nas imagens, os celulares são derrubados, molhados e até colocados no forno. Dê uma olhada:O vídeo mostra três aparelhos baratos sendo exaustivamente testados: Nokia Asha 501, Nokia 105 e Nokia Asha 210. No blog oficial, a Nokia diz que resistência é uma característica importante especialmente nos celulares mais baratos: o Nokia 105, por exemplo, foi feito para continuar funcionando até mesmo em ambientes quentes e empoeirados.Os botões são pressionados centenas de milhares de vezes para testar a durabilidade. Os celulares são retorcidos para verificar se eles sobrevivem caso algum descuidado sente com o aparelho no bolso de trás. E obviamente, eles também passam pelo importante teste da máquina de lavar.De acordo com a Nokia…