Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 3, 2014

Microsoft colocará Windows 8 em tablet da DL

Imagem
Claudia Ferris, da Microsoft, e Paulo Xu, da DL Tecnologia: tablet custará R$ 549 - valor é quase três vezes menor que o de marcas como Nokia, Dell e Asus

Na tentativa de incentivar o uso do sistema operacional Windows em tablets, a Microsoft fechou um acordo com a brasileira DL Tecnologia para lançar um aparelho barato no Brasil. A união com a DL, principal marca de aparelhos acessíveis do país, representa a estreia da companhia americana neste segmento e reforça a tentativa da companhia de ganhar espaço no mundo dos dispositivos móveis, hoje dominado pelo Android, do Google, e pelo iOS, da Apple.

Com tela de 7,85 polegadas, 16 gigabytes (GB) de espaço para guardar arquivos e processador Intel, o tablet vem com duas licenças do pacote Office e custará R$ 549. O valor é quase três vezes menor que o dos aparelhos com Windows de marcas como Nokia, Dell e Asus, mais voltados aos usuários corporativos. Em relação aos modelos Android, o valor pode ser considerado um pouco alto. Boa parte do…

TIM tem mais condições de comprar a Oi

A Oi pode vender seus ativos operacionais em Portugal para a Altice, mas a situação financeira da empresa chegou a um ponto de deterioração que a operadora pode perder o protagonismo na consolidação do setor, afirmam analistas de bancos que acompanham esse mercado. A possibilidade de a TIM assumir a dianteira em um movimento de aquisição começou a se fortalecer no fim de novembro, depois de a subsidiária da Telecom Italia vender 6.481 torres de telefonia móvel por R$ 3 bilhões para a American Towers, melhorando a flexibilidade de caixa.

A Oi entrou em negociações exclusivas por 90 dias com a francesa Altice para vender a Portugal Telecom por R$ 7,4 bilhões. O Citi estima que o acordo reduzirá a dívida líquida da Oi em 49% em 2015, para R$ 24,2 bilhões. Mas a operadora pode perder mais de um terço do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) sem ativos operacionais na Europa.

A alavancagem, medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda, pa…

Vivo simplifica planos e preços de 3G e 4G

o cliente consome mais ao entrar no mundo 4G, que tem mais qualidade

Para melhorar sua competitividade no segmento pós-pago e atender a exigências feitas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a todas as operadoras, para facilitar ao consumidor a comparação de planos de serviços, a Vivo anuncia hoje a simplificação de seu portfólio, antecipado ontem pelo Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor.

A operadora reduziu de 78 para 6 o número de planos e eliminou a diferença entre pacotes de dados em 3G e 4G. O preço, agora, passa a ser o mesmo, independentemente da rede. A diferença fica por conta da capacidade contratada. Não haverá mais distinção também para os planos pré-pago e controle, que só eram vendidos para a rede 3G. Agora, estão disponíveis no Vivo Tudo em 4G, a partir de R$ 6,90.

A tecnologia LTE, de 4G, começou a ser lançada gradualmente pelas operadoras no ano passado, como obrigação imposta pela Anatel para atender à Copa das Confederações. A maioria d…