Motorola vai à China com Moto X, Moto G 4G e Moto X Pro




A Motorola ficou longe da China por pouco mais de um ano, mas agora que a Lenovo concluiu o processo de aquisição da empresa junto ao Google é hora de expandir novamente para mais mercados, e não e surpresa que a companhia agora aporte no país para vender seus smartphones. Só que os locais terão uma surpresa: poderão pôr as mãos em um aparelho relativamente inédito.

A decisão não mais atuar no mercado chinês foi do Google, que retirou a representação da Motorola do país em 2013. Isso foi pouco tempo antes da divisão ser negociada com a Lenovo, e por ser uma empresa local era evidente que a linha Moto voltaria a ser comercializada por lá.

Através de um anúncio oficial a Motorola revelou que o Novo Moto X estará disponível no país já em fevereiro, enquanto que o Novo Moto G 4G chegará às lojas chinesa após o Ano Novo chinês, junto com uma novidade: o Moto X Pro.

Não se engane pensando se tratar de um a aparelho completamente novo: para todos os efeitos o smartphone em questão não é nada mais que o Nexus 6 com outro nome. Ele possui todas as características presentes no device-vitrine do Android 5.0 Lollipop: display de 5,9 polegadas com resolução Quad HD (493 ppi), SoC Qualcomm Snapdragon 805, quad-core Krait 450 com clock de 2,7 GHz e GPU Adreno 420, 3 GB de RAM, 32 GB de espaço interno, câmera principal de 13 megapixels, autofoco, estabilização óptica de imagem e Flash Duplo LED, câmera frontal de 2 MP, redes 4G/LTE e bateria de 3.220 mAh.

Até onde se sabe o Moto X Pro é exclusivo do mercado chinês, até porque a linha Nexus costuma ser comercializado em diversos países (no Brasil inclusive, só demora um pouco para chegar). Ainda não há informações sobre preços, mas com isso a Motorola espera expandir seu alcance consideravelmente, já que o mercado chinês é bem grande e seus gadgets são bons o bastante para fazer frente às marcas locais.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa