Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: a segunda versão deveria ter sido a primeira!

O Redmi 2 foi lançado há dois meses e já ganhou uma versão mais parruda, o Redmi 2 Pro. A nova variante entrega as mesmas especificações do modelo original, mas com a vantagem de possui mais memória RAM e o dobro de armazenamento. A convite da Xiaomi Brasil, o AndroidPIT foi até a sede da empresa em São Paulo, para conferir de perto do que o novo mostro chinês é capaz, além de descobrir quais são suas verdadeiras vantagens em comparação com sua versão predecessora. Confira nosso comparativo entre o Redmi 2 e o Redmi 2 Pro a seguir.


Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Preço e disponibilidade

O Redmi 2 foi lançado pela Mi em agosto de 2015, e pode ser adquirido através do site oficial da empresa sem a necessidade de um evento de compras. O modelo está disponível na cor cinza escuro e custa R$ 499,00 à vista ou por R$ 549,00 em até 10 vezes sem juros. Segundo a Xiaomi, o Redmi 2 será comercializado em lotes limitados ao longo dos próximos dias.

O Redmi 2 Pro foi anunciado no dia 06 de outubro através da página oficial da Mi Brasil no Facebook. O dispositivo está disponível para pré-cadastro, e será oficialmente liberado para compra durante o evento de venda que acontecerá no dia 08 de outubro às 12h00. Os usuários devem se cadastrar com 12 horas de antecedência do dia e horário do evento de vendas. O aparelho será vendido por R$ 729,00 à vista ou por R$ 799,00 em até 10 vezes sem juros.
Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Performance

Não existem diferenças visuais entre ambos os dispositivos: peso, dimensões, tela e o tipo de acabamento utilizado tanto no Redmi 2 quanto no Redmi 2 Pro são exatamente os mesmos. A maior diferença entre ambos os dispositivos está na performance, principalmente pelo fato do Redmi 2 Pro contar com o dobro de memória RAM e armazenamento interno. Portanto, iremos direto ao ponto que torna estes dispositivos diferentes.

Redmi 2 (acima) é visualmente idêntico ao Redmi 2 Pro. / © ANDROIDPIT

Ambos os dispositivos saem de fábrica rodando com a MIUI 6 compilada a partir do Android KitKat 4.4.4. Essa versão da MIUI roda um pouco melhor na versão Pro do que no modelo original; entretanto, a chegada da MIUI 7 poderá manter ambos os dispositivos com a performance equivalente. A MIUI 7 foi totalmente otimizada para rodar em aparelhos com 1GB ou 2 GB de memória RAM, visto que essa versão promete ser até 30% mais veloz do que a MIUI 6 devido à otimização realizada entre a CPU e o software.

A MIUI 7 oferece um controle maior sobre aplicativos que utilizam serviços de localização, além do multitarefa ser totalmente alinhado com a inicialização de aplicativos pela CPU, mantendo apps mais exigentes desativados ou em segundo plano utilizando menos recursos do sistema. No entanto, até aqui temos dois dispositivos rodando com a MIUI 6 sem nenhum tipo de melhoria ou recursos diferenciados entre ambos.


MIUI 6 presente no Redmi 2 e no Redmi 2 Pro. / © ANDROIDPIT

Quando ambos os dispositivos são manuseados simultaneamente é possível notar que o Redmi 2 Pro lança aplicativos mais rapidamente, além de abrir os contextos e menus do sistema de forma mais ágil. O ganho em perfomance não pode ser medido apenas durante a operação do sistema, visto que é durante a abertura de jogos mais robustos que o Redmi 2 Pro se diferencia.

Executei o jogo Real Racing 3 em ambos os dispositivos com a configuração inicial de fábrica, ou seja, sem aplicativos de terceiros instalados ou recursos do sistema desativados. A diferença no tempo de execução entre o Redmi 2 e o Redmi 2 Pro foi de 0:13 segundos, com vantagem para a versão Pro. O desempenho semelhante também pode ser observado através do teste de benchmark AnTuTu, onde a versão Pro ficou apenas 739 à frente da variante predecessora.

Resultado do AnTuTu no Redmi 2 (esquerda) e Redmi 2 Pro (direita). / © ANDROIDPIT

Particularmente, acredito que o poder de processamento do Redmi 2 Pro ficará mais nítido em comparação com concorrentes do mercado, como dispositivos da Asus e Motorola. Quando comparado ao Redmi 2 o novo modelo não representa uma mudança drástica de desempenho.
Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Especificações técnicas


XIAOMI REDMI 2

XIAOMI REDMI 2 PRO

SISTEMA OPERACIONAL

MIUI 6 - Android KitKat 4.4.4

MIUI 6 - Android KitKat 4.4.4


DIMENSÕES

134 x 67.2 x 9.4 mm

134 x 67.2 x 9.4 mm


PESO

133 gramas

133 gramas


TELA

4,7 polegadas

4,7 polegadas


RESOLUÇÃO DA TELA

720 x 1280 pixels - 312 ppi

720 x 1280 pixels - 312 ppi


TECNOLOGIA DE TELA

LCD IPS

LCD IPS


PROCESSADOR

MSM8916 Snapdragon 410 (64 bits)

MSM8916 Snapdragon 410 (64 bits)


NÚCLEOS

4

4


VELOCIDADE MÁXIMA

1.2 GHz Cortex-A53

1.2 GHz Cortex-A53


RAM

1 GB

2 GB


GPU

Adreno 306

Adreno 306


ARMAZENAMENTO INTERNO

8 GB

16 GB


ARMAZENAMENTO EXTERNO

microSD até 32 GB

microSD até 32 GB


CHIP-SIM

Dual-SIM 4G

Dual-SIM 4G


CÂMERA TRASEIRA

8 MP com abertura f/2.2

8 MP com abertura f/2.2


CÂMERA FRONTAL

2 MP

2 MP


CONECTIVIDADE

Wi-Fi 802.11 b/g/n, A-GPS, GLONASS, Beidou, Bluetooth 4.0

Wi-Fi 802.11 b/g/n, A-GPS, GLONASS, Beidou, Bluetooth 4.0


BATERIA

2.200 mAh

2.200 mAh

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Conclusão

O Redmi 2 Pro não substitui o Redmi 2, principalmente pelo custo adicional de quase R$ 200 cobrado pela variante "monstro". Podemos dizer que a Xiaomi lançou uma versão intermediária para competir em pé de igualdade com concorrentes do segmento intermediário, como o Zenfone GO, o Quantum GO e o Moto G 2015. O modelo original se se manteve como um bom dispositivo de entrada e uma opção interessante para os usuários que não desejam gastar mais de 500 reais em um smartphone. Claro que o preço do Redmi 2 Pro não é bem o que os usuários brasileiros esperavam da Xiaomi mas, como mencionei anteriormente, o novo dispositivo mantém a empresa mais próxima de fortes concorrentes do segmento.

Por R$ 799 o Redmi 2 Pro entrega uma performance melhor com a MIUI 6, mantendo as transições do sistema mais fluidas e a abertura de aplicativos mais rápida. Os 16 GB oferecidos pelo dispositivo são interessantes, embora uma versão com 32 GB de armazenamento interno seria uma verdadeira afronta para os demais fabricantes que concorrem nesse segmento. O Redmi 2 Pro é um lançamento interessante e um pouco controverso mas, em todo o caso, a chegada da nova versão mostra que a Mi está atenta e pronta para competir no mercado nacional.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa