Postagens

Mostrando postagens de Março 20, 2015

Nvidia anuncia plataforma para carros que dirigem sozinhos

Imagem
A Nvidia anunciou hoje que vai lançar um kit de desenvolvimento para a Drive PX, plataforma da construída especialmente para carros autônomos. O kit chega ao mercado em maio e será vendido por US$ 10 mil (cerca de R$ 32 mil).

A Drive PX é alimentada por dois chips Tegra X1, classificado como 3 mil vezes mais rápido do que a tecnologia DAVE, desenvolvida pela divisão de pesquisa das Forças Armadas dos Estados Unidos. A ideia é que com um hardware poderoso o suficiente, veículos de auto-condução sejam capazes de reconhecer melhor o que estão vendo e aprender a tomar as decisões corretas. "É um sistema que pode ser treinado e retreinado. Toda vez que o carro dirige sozinho, ele recebe atualizações e pode ficar mais inteligente", explica Danny Shapiro, diretor da divisão de automóveis da Nvidia.

A empresa anunciou ainda que vai expandir as parcerias que já possui com a Audi, a BMW e a Tesla, que foi representada no evento pelo CEO Elon Musk.

Musk afirmou que ter o hardware corret…

Botões virtuais do Android diminuem espaço útil da tela.

Imagem
Uma pesquisa realizada aponta que 42% dos usuários Android preferem os botões na tela touch aos capacitivos no celular. Apesar de significarem na maioria das vezes uma diminuição no tamanho da tela do dispositivo, há quem prefira evitar botões físicos ou capacitivos e prefere as teclas no próprio display.



Mas quanto da tela é realmente sacrificado quando os botões ficam nela? De acordo com o site, entre 6% e 7% da área total de exibição. Um Google Nexus 6 de 6 polegadas, por exemplo, tem menos de 5,7 polegadas de espaço na tela utilizável durante a maior parte do tempo, sendo superado pelo Galaxy Note 4, que tem 5,7 polegadas, mas botões capacitivos.

A principal razão apontada por quem prefere a segunda opção é uma ‘imersão maior das teclas, o que pode tornar a experiência de utilização mais fácil. No entanto, aplicativos essenciais do Android como câmera, discador, mensagens e o navegador da internet utilizam os botões físicos para atender a comandos do usuário. Os botões na tela são …

Microsoft cria software que converte aparelhos Android em Windows

Imagem
A Microsoft apresentou uma nova informação interessante junto da confirmação do prazo para lançamento do Windows 10. A companhia desenvolve um novo software que efetivamente apaga o Android do celular do usuário e instala seu próprio sistema operacional.

Não há detalhes muito específicos do plano, mas o site TechCrunch diz ter recebido informações de pessoas ligadas ao assunto de que o software, de fato, substitui totalmente o Android pelo Windows. Não é simplesmente uma skin diferente, ou a troca dos serviços do Google pelos da Microsoft.

ROMs customizadas são comuns para quem acompanha com mais afinco o ecossistema Android. A Microsoft quer aproveitar essa possibilidade para oferecer esta alternativa ao usuário. Em vez de apagar o sistema operacional do celular para instalar o CyanogenMod, por exemplo, por que não dar uma chance para o Windows 10?

Também não se trata de dual-boot, o que seria uma possibilidade, dando ao usuário a oportunidade de escolher se quer rodar o Windows ou Andr…

Além dos GHz: do que é capaz um chip de última geração para celular?

Imagem
Um processador é mais do que apenas gigahertz e núcleos. No caso dos celulares, os SoCs (system-on-chips) são o cérebro e o coração, e propulsiona tudo que há de novo a cada geração de dispositivos. E, com isso, um novo chip, de última, faz toda a diferença, mais do que apenas velocidade e multitarefa.

A Qualcomm realizou um evento em São Paulo nesta quarta-feira, 18, para mostrar o que, além de velocidade, seu novo processador Snapdragon 810 é capaz de trazer para a nova geração de dispositivos móveis.

O chip traz o que de mais potente é possível encaixar em um celular, incluindo inúmeros recursos citados mais abaixo. Há, no entanto, algumas ressalvas com o Snapdragon 810, que dizem a respeito ao superaquecimento. A Samsung deixou de utilizá-lo no Galaxy S6 por causa disso; o HTC One M9 chegou a até 55 graus em alguns testes, o que torna o uso desconfortável e também é uma ameaça à durabilidade do aparelho.

O chip já é aplicado no LG G Flex 2, o primeiro a chegar ao Brasil utilizando a …

Apple vai aceitar Androids como parte do pagamento de novos produtos

Imagem
A Apple mantém um programa de reciclagem que permite ao usuário comprar um novo produto da marca usando como parte do pagamento um aparelho de modelo mais antigo. Porém, apenas iPhones, iPods, iPads, iMacs e MacBooks, além de PCs, poderiam ser enviados à Apple para participar desse programa.

A empresa confirmou, nessa semana, que pretende estender o programa para aceitar também dispositivos de outras fabricantes, como dispositivos Android e BlackBerry. Segundo o site 9to5Mac, a nova política deve começar a valer nas próximas semanas nos Estados Unidos.

Brics vendem 44% dos smartphones do mundo

Imagem
No 1º trimestre, Brics vendem 44% dos smartphones do mundo
Pela 1ª vez, Brasil, Rússia, China e Índia estão entre 10 maiores mercados.
Celulares de tela grande já respondem por um terço das vendas.


Smartphone Galaxy S III

As lojas dos países que compõem o grupo dos Brics (Brasil, Rússia, Índia e China) venderam 123,4 milhões de Smartphones no primeiro trimestre de 2013, de acordo com um relatório da consultoria Canalys.

Divulgado nesta segunda-feira (12), o documento mostra que as vendas globais de celulares inteligentes chegou a 259 milhões, dos quais 44% correspondem ao volume dos países emergentes.

O trimestre marcou a primeira vez em que todos os Brics passaram a compor a lista dos dez maiores mercados de smartphone. Entre janeiro e março, a Rússia ficou em décimo, o Brasil em oitavo lugar, a Índia em terceiro e a China, em primeiro.

Não à toa são chinesas metade das dez maiores fabricantes de celulares. A Huawei é a terceira, a Lenovo é a segunda, a Xiaomi é a sexta, a Yolong é a oitav…

Samsung reduzirá lançamentos de smartphones em 2015

Imagem
Sul-coreana cortará número de novidades entre 25% e 33%.
Estratégia foca conter redução do lucro, em vista à alta competição chinesa.



Líder mundial em smartphones, a Samsung reduzirá consideravelmente sua oferta de aparelhos para se concentrar em modelos mais baratos nos países emergentes para se livrar da crescente competição dos chineses.

A mudança de estratégia, esperada por vários analistas, foi confirmada nesta terça-feira (18) por um porta-voz da empresa e apresentada em Nova York pelo porta-voz da empresa, Robert Yi. Segundo ele, após registrar queda no lucro de 50% no terceiro trimestre, a Samsung quer reduzir entre 25% a 33% o número de smartphones lançados no mercado em 2015. A sul-coreana, porém, não informou o número exato de modelos que representará a redução.

Chinesa Xiaomi lança Mi Note para rivalizar com iPhone 6 Plus

Imagem
'Apple da China' quer derrotar Apple em seu próprio quintal.
Empresa se tornou a terceira maior fabricante de celulares do mundo.



Mi Note, novo smartphone da Xiaomi, criado pela empresa chinesa para bater o iPhone 6.

A chinesa Xiaomi fixou seu lugar como terceira maior fabricante de smartphones do mundo, com o lançamento do novo Mi Note, que concorrerá com o iPhone 6 Plus, da Apple.

O presidente-executivo da companhia, Lei Jun, apresentou o Mi Note em Pequim, descrevendo as características técnicas do telefone de tela grande com múltiplas comparações com seus equivalentes da Apple. Com o preço de 2.299 iuanes (US$ 371) para um modelo com 16 gigabytes de memória, o Mi Note será vendido por quase dois terços menos que o iPhone 6 Plus.

Apenas três anos depois de a Xiaomi vender seu primeiro smartphone, realizou em dezembro uma rodada de captação de US$ 1,1 bilhão, que a conferiu valor de mercado de US$ 45 bilhões. A companhia privada se tornou a terceira maior fabricante de smartphon…

Alibaba compra fatia de fabricante de smartphones Meizu

Imagem
Alibaba compra por US$ 590 milhões fatia de fabricante de smartphones
Minúscula na China, Meizu responde por menos de 2% das vendas no país.
Empresa está na sombra de Xiaomi, Huawei e Lenovo, além da Apple.



Jack Ma acompanha o aumento do valor das ações do Alibaba em Nova York

O Alibaba anunciou nesta segunda-feira (9) a compra por US$ 590 milhões de um pedaço de uma obscura fabricante de smartphone, para expandir o alcance de seu sistema operacional móvel em um mercado nacional competitivo.

O Alibaba anunciou que irá adquirir uma fatia minoritária da Meizu Technology que, na sombra de rivais como a Xiaomi, possui apenas 2% das vendas de smartphones na China. Diferentemente da iniciativa da Amazon de lançar aparelhos com sua própria marca, o negócio foi feito para a Alibaba lançar seu sistema operacional nos aparelhos da Meizu. Em contrapartida, a Meizu terá acesso aos canais de venda e outros recursos do Alibaba.

O valor pago pode ser custoso, apesar de a Alibaba ser avaliada em US$ 213 b…

Nokia anuncia novo tablet

Imagem
Nokia anuncia novo tablet com sua marca, 'aposentada' pela Microsoft
N1 tem tela de 7,9 polegadas, câmera de 8 MP e Android Lollipop.
É o 1º aparelho da finlandesa após vender área de celular à Microsoft.



N1 é o novo tablet da Nokia, que emprega sua marca no dispositivo seis meses após vender sua área de celulares à Microsoft. (Foto: Divulgação/Nokia)

A companhia finlandesa Nokia anunciou nesta terça-feira (18) um novo tablet que levará sua marca licenciada e usará o sistema Android, do Google. O lançamento ocorre apenas seis meses após a companhia vender sua área de celulares e dispositivos móveis para a Microsoft por mais de US$ 7,2 bilhões.

A fabricação, distribuição e vendas do tablet N1 serão administradas pela chinesa Foxconn, afirma a Nokia. Segundo o chefe de produtos da unidade Technologies da Nokia, Sebastian Nystrom, a companhia manterá a iniciativa e lançará mais dispositivos no futuro.

O plano é que o tablet, com interface própria da Nokia, chegue às lojas da China no p…

Google se une a Tag Heuer e Intel para criar relógio inteligente de luxo

Novo aparelho rodará o sistema operacional Android.
'A tecnologia vestível vai decolar', diz executivo da Intel.
A Tag Heuer, maior fabricante de relógios do grupo francês de artigos de luxo LVMH, anunciou nesta quinta-feira (19) uma parceria com o Google e a Intel para criar um relógio inteligente de luxo para concorrer diretamente com a Apple.

A Tag Heuer disse que a parceria tem como objetivo levar ao mercado o primeiro relógio de luxo usando o sistema operacional Android, do Google. A companhia planeja lançar o relógio no último trimestre deste ano.

O presidente-executivo da Tag Heuer, Jean-Claude Biver, não quis dar detalhes sobre preços, funcionalidades ou design.

O vice-presidente da unidade de novos dispositivos da Intel, Michael Bell, disse: "Acreditamos que a tecnologia vestível vai decolar pois representa quem você é e como deseja ser visto".

Microsoft se alia a Xiaomi e Lenovo para levar Windows 10 à China

Imagem
Chinesas instalarão novo sistema operacional em seus aparelhos.
Norte-americana entrou em acordo com desenvolvedoras de software.

Reprodução menu personalizar do Windows 10


A Microsoft anunciou novas alianças com duas das principais fabricantes chinesas de telefones celulares, Lenovo e Xiaomi, para que utilizem em alguns de seus produtos o sistema operacional Windows 10, informou nesta quinta-feira (19) a agência oficial Xinhua.

A Lenovo, que no ano passado adquiriu a divisão de celulares da Motorola, lançará celulares com o sistema operacional da Microsoft no segundo semestre, para coincidir com o lançamento mundial do Windows 10, que rodará em computadores, tablets e smartphones.

Já a Xiaomi oferecerá a alguns de seus usuários uma versão de teste do Windows 10 em seus celulares e tablets para coletar sugestões para futuras instalações do sistema operacional em outros aparelhos da empresa. No ano passado, a chinesa se tornou a terceira maior firma mundial de celulares, atrás de Apple e Sa…

Android Auto, sistema operacional do Google para carros, já roda nos EUA

Imagem
Com comandos de voz, sistema controla mapas, música e traça rotas.
Veículos na Austrália e Reino Unido também já podem receber programa.

Google demonstra Android Auto durante abertura da conferência Google I/O

O Google anunciou nesta quinta-feira (19) que começou a liberar o Android Auto, uma versão de seu sistema operacional feita para carros. O programa agora é compatível com carros nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália.
saiba mais
Google anuncia Android Auto, sistema operacional para carros

Anunciado em junho do ano passado, o programa sincroniza dados de smartphones Android com o veículo e privilegia comandos de voz para evitar que motoristas se distraiam durante a direção. Com ele, é possível, entre outras funções, solicitar a exibição de mapas com trânsito em tempo real e a indicação de rotas, além de mudar a música sem tocar os painéis do carro.

Em junho de 2014, o Google anunciou que 40 montadoras, como Chevrolet, Fiat, Ford, Honda e Hyundai, iriam usar a tecnologia. Além dela…

Conexões 4G superam as de 3G pela primeira vez no mundo

Em 2014, houve 110 milhões a mais de conexões de 4ª geração.
No Brasil, o ano foi marcado pelo avanço do 3G sobre o 2G.


Ainda que engatinhe no Brasil, as conexões de banda larga de quarta geração já são uma realidade no restante do mundo. Em 2014, o 4G registrou pela primeira vez no mundo mais assinaturas do que o 3G, afirmou o presidente-executivo da Ericsson, Hans Vestbergs. A declaração foi dada nesta segunda-feira (2) durante apresentação no Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, a maior feira de telecomunicações do mundo.

No ano passado, cerca de 800 milhões de novas conexões foram criadas globalmente. Essa adição elevou para 2,7 bilhões o número de acessos de banda larga móvel, um crescimento de 40% sobre 2013. Parte desse incremento se deve a uma migração rumo ao 4G, que superou em 110 milhões adesões o 3G.

O 4G opera com a tecnologia LTE e chega a velocidades de download em média 20 vezes superiores ao 3G, que funciona sob os modelos WCDMA e HSPA.

"O que as pessoas estão f…