Postagens

Mostrando postagens de Abril 15, 2015

Oi é obrigada a permitir ligações gratuitas em seus orelhões

Imagem
A partir de hoje, a Oi será obrigada a permitir que os cidadãos de 15 Estados usem seus orelhões gratuitamente para fazer ligações locais a telefones fixos, de acordo com determinação da Anatel. A punição se deve ao fato de que a operadora não cumpriu com os patamares mínimos de disponibilidade de telefones públicos em suas áreas de atuação.

Era necessário ter ao menos 90% de orelhões disponíveis em todas as Unidades da Federação e 95% nas localidades atendidas somente por orelhões (acesso coletivo). Onde essa exigência não foi atendida a operadora será punida: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe. A Oi foi avisada da possibilidade de punição em 2 de fevereiro, mas até 31 de março, quando a Anatel realizou a medição mais recente, a situação não tinha se resolvido. Agora os orelhões serão liberados até que a operadora atinja as metas.

Segundo a Anatel, novas medições e…

Nokia confirma aquisição da Alcatel-Lucent por US$ 16,6 bilhões

A companhia finlandesa de telecomunicações Nokia anunciou nesta quarta-feira (15) a aquisição de todas as ações de sua rival francesa Alcatel-Lucent em uma operação avaliada em aproximadamente US$ 16,6 bilhões (15,6 bilhões de euros).

A transação, a maior do setor em mais de uma década, será realizada através de uma oferta pública de ações entre ambas as empresas, de modo que os acionistas da Alcatel-Lucent receberão 0,55 ações da nova companhia por cada título da antiga.

Desta forma, a Nokia ficará com o controle de 66,5% do grupo resultante da fusão, e a Alcatel com os 33,5% restantes, criando um gigante com mais de 114 mil funcionários e 26 bilhões de euros de faturamento anual.

A nova companhia será chamada de Nokia Corporation, terá sua sede principal na Finlândia e se tornará a segunda maior fabricante mundial de redes de telefonia celular, atrás apenas da sueca Ericsson.

De acordo com a empresa Bernstein Research, especialista no mercado de telecomunicações, quando a operação…