CEO da Apple diz que Todas as pessoas do mundo terão smartphones


(Foto: reprodução)
'Todas as pessoas do mundo terão smartphones', diz CEO da Apple



Em entrevista ao Washington Post, concedida para comemorar seus 5 anos como CEO da Apple e a venda do bilionésimo iPhone, Tim Cook falou sobre a recente queda na venda dos smartphones da Apple. O executivo disse não estar preocupado, pois acredita que esse quadro deve se reverter em breve.

"Com o tempo, estou convencido de que todas as pessoas do mundo terão um smartphone", disse Cook. Ele considera um "privilégio" o fato de que dois terços da receita da Apple atualmente venham da venda de iPhones, e mesmo com os resultados negativos dos últimos trimestres da empresa, se mantém otimista. "A economia global não está muito bem agora. Mas se você estiver focado no longo prazo esse [o mercado de smartphones] é o melhor mercado do planeta", afirmou.

Um por pessoa

Um dos fatores que deixam Cook confiante quanto ao futuro dos dispositivos móveis é o fato de que eles são aparelhos pessoais, e que portanto cada pessoa deve ter o seu próprio. "Pense nisso: famílias têm uma TV. Algumas famílias são privilegiadas o suficiente para ter múltiplas TVs, mas se você olhar para todas as TVs do mundo, não é um-para-um, e nunca será um-para-um", defende.

No último trimestre, a venda de iPhones na China caiu 33%. No entanto, Cook não se preocupa muito com esse resultado, pois vê outras oportunidades de crescimento para a Apple em outros locais, notadamente na Índia. "A Índia está crescendo rapid amente, mas nossa base lá é menor".

Segundo o CEO da Apple, a precariedade das redes móveis do país é um dos fatores que dificultam a expansão da empresa por lá. Por esse motivo, de acordo com Cook, "Ainda há um número considerável de pessoas nesse país usando celulares flip ou 'feature phones'". Fora isso, a expansão da Apple na Índia também enfrentou problemas com o governo.

Novas áreas

Outro fator que deixa Cook confiante com relação ao futuro da empresa é o fato de que outras áreas de receita da Apple têm crescido. Seu ramo de serviços, por exemplo, cresceu 19% entre o segundo trimestre de 2016 e o mesmo período de 2015.

Além disso, Cook ainda vê uma oportunidade para que a Apple cresça no ramo de empresas, particularmente com relação à venda de iPads. Segundo ele, metade dos consumidores do iPad Pro utilizam o tablet em situações de trabalho. No total, em 2015, a receita da Apple com seus tablets foi de cerca de US$ 25 bilhões.

Durante a entrevista, Cook também abordou uma série de outros assuntos relacionados aos últimos cinco anos da Apple. Ele falou, por exemplo, sobre a briga da Apple com o FBI, afirmou que o "Apple Maps foi um erro" e também mencionou que a empresa estaria desenvolvendo dispositivos de realidade aumentada.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa