Google finalmente lança o Pixel C, o seu primeiro tablet Android

Quem acompanha o TecMundo já está acostumado com o conceito de um aparelho "Nexus". Trata-se de um dispositivo da Google desenvolvido em colaboração com parceiros em que todo o processo de produção é feito por essas empresas. Contudo, é bom começar a se acostumar com o conceito "Pixel", no qual a Gigante das Buscas assume a responsabilidade pela fabricação do aparelho e pode chamá-lo totalmente de seu.

Isso é o que vai acontecer com o Pixel C, o primeiro tablet Android feito inteiramente pela Google. Aqui não há a colaboração de outras empresas, como a LG, Huawei ou Samsung. A fabricação passa apenas pelas mãos dos engenheiros que já estão familiarizados com a estrutura e ecossistema criado ao redor do robozinho verde da empresa.

Apresentado oficialmente no final de setembro, durante um evento em São Francisco, na Califórnia (Estados Unidos), o Pixel C surge com conceitos de design do Chromebook Pixel, outro dispositivo dessa família da Google. O visual é relativamente simples, mas esbanja elegância e conta com a presença de uma tela belíssima. Outro destaque é o mecanismo de conexão do teclado especialmente projetado para quem precisa usar o aparelho para o trabalho.

Especificações técnicas do Pixel C.
Especificações técnicas
Sistema operacional: Android 6.0 Marshmallow
Tela: LTPS LCD de 10,2 polegadas
Resolução da tela: 2560x1800 pixels
Densidade de pixels: 308 ppi
Brilho da tela: 500 nits
Chipset: NVIDIA Tegra X1 (64 bits)
CPU: A57 (x4) + A53 (x4)
GPU: Maxwell
Núcleos CUDA: 256
Memória RAM: 3 GB
Armazenamento intetrno: 32 GB ou 64 GB
APIs: OpenGL 4.5, NVIDIA CUDA, OpenGL ES 3.1
Conexões: USB Type-C
Câmera traseira: 8 MP
Câmera frontal: 2 MP
Conectividade: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac 2x2 MIMO, dual-band (2.4 GHz, 5.0 GHz) e Bluetooth 4.1 + HS
Sensores: giroscópio, acelerômetro, luz ambiente, proximidade e compasso
Dimensões: 242 mm (altura) x 179 mm (largura)
Espessura: 7 mm
Peso: 517 gramas
Preço de lançamento nos EUA: US$ 499 (32 GB) e US$ 599 (64 GB). O teclado sai por US$ 149

Pixel C.
Alto poder de fogo

Equipado com processador NVIDIA Tegra X1 de oito núcleos e chip gráfico baseado na arquitetura Maxwell (que conta com 256 CUDA cores), o novo tablet da Google promete ótima performance com baixo consumo energético, uma demanda cada vez maior entre os consumidores.

Graças ao chip de alto desempenho, este aparelho consegue ótimos resultados mesmo em resolução elevada (a tela é de 2560x1800 pixels) e aplicações que exigem mais do hardware. Aliás, o display de 10,2 polegadas merece destaque pela qualidade de imagem (com densidade de 308 pixels por polegada) e pela taxa de brilho, que alcança 500 nits.

Pixel C.
Teclado versátil e novo padrão USB

Apostando no sistema operacional Android 6.0 Marshmallow, a Google pretende rivalizar com o Microsoft Surface 3, oferecendo alta performance e compatibilidade com uma grande gama de aplicativos. Entretanto, o maior diferencial do produto está no teclado, que se conecta de forma simples e rápida.

Ao contrário de outros modelos, o Pixel C não precisa de um encaixe complexo para se adaptar a esse periférico. Aproveitando um sistema magnético, o tablet é acoplado rapidamente ao acessório e fornece uma experiência tão eficiente quanto a de um laptop de tamanho reduzido.

Pixel C.
No Brasil?

Além de todas essas vantagens, o novo tablet da Google ainda vem com o padrão USB Type-C, que visa entregar maiores velocidades de transferência. O Pixel C será vendido por US$ 499, valor oficial para a versão de 32 GB (R$ 1.904 em conversão direta na cotação atual) e US$ 599 para o modelo de 64 GB de armazenamento (R$ 2.286 em conversão direta na cotação atual). O teclado é opcional e custará US$ 149 (R$ 568).

De acordo com informações da própria Google, em um primeiro momento esse dispositivo estará disponível na Play Store apenas nos seguintes países: Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, Alemanha, Irlanda, Áustria, Austrália, Nova Zelândia, Hong Kong, França, Espanha, Bélgica, Holanda e Suíça. Por enquanto não há previsão para o lançamento do Pixel C em terras brasileiras.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa