Itaú começa a permitir abertura de conta corrente pelo smartphone

Os grandes bancos já estão começando a seguir a autorização do Banco Central que permite abrir contas pela internet. Sem alarde, o Itaú lançou o Abreconta, um aplicativo para iPhone que solicita os documentos, comprovantes e assinatura pelo smartphone, sem necessidade de comparecer pessoalmente a uma agência bancária para concluir o processo de abertura.

Para abrir uma conta no Itaú pelo aplicativo, é necessário enviar fotos do documento de identificação (RG, CNH ou RNE) e do comprovante de residência, capturados com a própria câmera do celular. O Abreconta também pede ao futuro cliente para assinar e tirar uma selfie num lugar bem iluminado. A senha de seis dígitos para acessar o internet banking ou fazer saques é criada logo no início do processo.

O Itaú é o primeiro grande banco a liberar a tecnologia ao público. Outras instituições, como o Bradesco, também anunciaram que estavam testando a abertura de contas pela internet. Bancos menores já adotavam o processo, como o Original, focado em clientes de alta renda, que não possui agências físicas.

A autorização para abrir contas remotamente foi dada pelo Banco Central em abril. Anteriormente, alguns bancos permitiam adiantar o cadastro pela internet, mas era necessário comparecer fisicamente para entregar documentos e assinar o contrato. No caso de contas abertas pela internet, os bancos devem obrigatoriamente assegurar a possibilidade de encerrar o relacionamento por meio eletrônico.

Procurado pelo Tecnoblog, o Itaú confirmou que “iniciou os testes com um grupo de clientes para oferecer a possibilidade de abertura de conta corrente de forma 100% online”. Segundo o banco, haverá uma versão do aplicativo Abreconta para Android, mas ainda não há previsão de lançamento.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa