Pular para o conteúdo principal

Brasileira Quantum lança smartphone Fly para brigar com tops de linha

Smartphone, com Android 6.0, tela de 5,2 polegadas full HD e design premium, é o primeiro no Brasil a usar o processador Mediatek de dez núcleos



Na virada do seu primeiro ano de atividade, a curitibana Quantum, do grupo Positivo, confirma que veio para brigar com grandes marcas internacionais e que pretende fazer isso com tecnologia e preço competitivo. A empresa lançou nesta quarta-feira, 31/08, seu terceiro smartphone, o Quantum Fly, primeiro smartphone no Brasil a usar o processador Helio X20 de dez núcleos da Mediatek. Com tela de 5,2 polegadas full HD, 32 GB e câmera traseira de 16 MP, o smartphone custa R$ 1.299 (boleto à vista).

O Fly posiciona a Quantum para brigar no segmento high-end, espaço ocupado hoje por marcas premium como Apple (iPhone 6), Samsung (Galaxy S6), Motorola (Moto X Force) e LG (G5 SE), custando em média 50% menos que esses concorrentes mesmo no seu preço regular, que é de R$ 1.499 (em 10x no cartão). E sem ficar devendo em capacidade de processamento e design.

Além do lançamento do Quantum Fly, a empresa também anunciou dois novos acessórios que já estão disponíveis para venda: o headphone Bluetooth Quantum LIV, com bloqueio de ruído externo, e a caixa de som portátil Quantum BOOM, também Bluetooth. Os dispositivos custam, respectivamente, R$ 499 e R$ 399, e são vendidos no site da empresa.

Design premium

"Queríamos lançar um equipamento que o consumidor tirasse do bolso para mostrar a um amigo e que ele ficasse chocado", disse Vinícius Grein, Head de Produto da Quantum, durante a coletiva com a mídia na noite da quarta-feira.

Com 3GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento, o Fly oferece conectividade 4G, 3G e GSM e é Dual-SIM. Nesse item, a empresa optou por um diferencial: a bandeja de apoio dos SIM cards aceita um nano SIM no slot 1 e um micro SIM no slot 2. A explicação é que o slot 1 pode ser usado para acomodar, ao invés de um SIM card, um cartão de memória microSD de até 128 GB, deixando o Slot 2 para o cartão de voz e dados.

O Quantum Fly vem equipado com Android 6.0 (nativo) e, diferente de seus antecessores, vem completo com acelerômetro, sensor de proximidade, sensor de luminosidade, giroscópio, magnetômetro e bússola eletrônica. Garantia de ótimo desempenho se, por acaso, você se dedica ao esporte do momento: caça ao Pokémon.

Em design, o Fly é premium. Seu gabinete de alumínio fosco ganhou três opções de cores, com nomes criativos como Cherry Blossom (rosa); Aurora Blue (azul) e Stone Gray (cinza). Na tampa traseira o Fly tem outra novidade: o leitor de impressão digital. Parecia estranho, mas fez todo sentido quando, ao tirar o smartphone do bolso ou da bolsa, seu dedo indicador se encaixa perfeitamente no leitor e libera o uso do aparelho.

Desempenho

A tela de 5,2 polegadas tem vidro Gorilla Glass 3, com acabamento arredondado nas bordas e é Full HD (resolução de 1080 x 1920 pixels). A câmera frontal de 8 MP e ângulo de visão de 80o, com flash, permite tirar selfies sem cortar os amigos do enquadramento. O conjunto pesa apenas 140 gramas, e tem 7,5 mm de espessura, fino e elegante. Encaixa muito bem na mão e não pesa.

A bateria de 3.000mAh é de alta capacidade e ganha recursos para esticar seu tempo de vida entre carregamentos: os recursos de economia de energia do Android 6.0 e a arquitetura do MediaTek Helio X20, chamada Tri-Cluster, que segundo a empresa tem consumo em média 30% menor que os outros processadores equivalentes do mercado.

O Quantum FLY é vendido na loja on-line www.meuquantum.com.br e pode ser experimentado ao vivo nos quiosques que a empresa criou em shoppings de todo o país. Sobre a ida para as lojas de varejo, o head of Business da Quantum, Thiago Miashiro, diz que não está descartada, mas o início das vendas do Fly, como os anteriores, será pelo "modelo tradicional da empresa que é 100% digital".
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As cidades brasileiras com maior número de dispositivos infectados por hackers

Os brasileiros precisam estar cada vez mais atentos com a segurança digital dos seus computadores e celulares. Um relatório da Norton by Symantec revela que o país é o terceiro com mais dispositivos infectados por hackers através de bots.
O país também se destacou como sendo o mais afetado da América Latina, com 37% dos equipamentos infectados. As cidades de São Paulo (36,3%), Rio de Janeiro (20,74%) e Curitiba (6,29%) concentram a maior parte das infecções no país. Além disso, a capital paulista é a segunda com o maior número de dispositivos infectados, ficando atrás somente da Cidade do México.

Veja as dez cidades brasileiras e da América Latina que mais sofrem ataques hackers:

Apenas em 2016, foram identificados mais de 6,7 milhões de dispositivos que foram adicionados à rede global de botnets – os bots são dispositivos conectados à internet infectados com malware que permitem que hackers assumam remotamente o controle de muitos dispositivos ao mesmo tempo –, sendo que mais de 689…

Como recuperar fotos apagadas do Instagram

(Foto: Reprodução)
Como recuperar fotos apagadas do Instagram


Caso você tenha apagado uma foto bacana do Instagram e queira recuperá-la, existem duas possibilidades de fazer isso, embora nenhuma delas garanta que sua imagem será de fato recuperada.

Abaixo explicamos de duas maneiras como encontrar uma foto que você já postou no Instagram. Uma delas depende do Facebook, enquanto a outra aposta na câmera do seu smartphone para resgatar imagens antigas.

Pelo Facebook

Caso você tenha vinculado sua conta do Instagram ao Facebook e costume postar as fotos nas duas redes simultaneamente, é bem provável que a foto removida do Instagram também esteja no seu Facebook.

Para encontrá-la, entre no seu perfil na rede social de Zuckerberg e procure pelos álbuns de fotos. Um deles chama "Instagram Photos" e conta com todas as imagens enviadas ao Facebook por conta do Instagram. Lá dentro, é só procurar a foto que você quer no meio delas.

Nas fotos do seu smartphone

Caso você mantenha ativada a opçã…

GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

(Foto: Reprodução/Mashable)
GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

A GoPro anunciou uma nova geração de sua tradicional câmera de ação. A Hero 6 Black chega para suceder a Hero 5 revelada no ano passado e traz uma série de novas capacidades para a câmera em termos de captura de imagem e conectividade.

Em termos de imagem, os usuários vão poder aproveitar a nova tecnologia para registrar vídeos em resolução 4K a uma taxa de 60 quadros por segundos. O modelo anterior só conseguia registrar 30 quadros por segundo nessa resolução. Além disso, quem preferir registrar vídeo em HD poderá aproveitar uma taxa de até 240 quadros por segundo, enquanto o antecessor só chegava a 120.

Já sobre conectividade, a chegada do suporte a redes Wi-Fi de 5 GHz será bem-vindo para quem já fez a transição para um roteador mais recente, com padrão 802.11ac. Isso pode permitir maiores taxas de transferência, o que é sempre uma boa notícia.

Outras mudanças incluem a melhoria na estabilização de ima…