Seu Iphone 7 Custa Quanto Para Ser produzido ?


(Foto: Reprodução)

Quanto a Apple gasta para produzir o iPhone 7?


Um vídeo publicado pela CNN com dados do site TearDown e do Chipworks mostra quanto a Apple gasta para produzir cada unidade do iPhone 7. De acordo com as informações, o custo das peças do telefone na versão de 128 GB que custa US$ 750 é de US$ 292 (cerca de R$ 950 em conversão direta).

É importante lembrar que a análise não leva em conta o gasto com mão de obra e nem com processos logísticos para a chegada das peças e o envio dos aparelhos. 

Tela

O primeiro componente analisado é a tela de retina HD (1334 x 750 pixels) com 4,7 polegadas e tecnologia IPS. O componente, que já passou por diversos testes de resistência, custa US$ 37 (cerca de R$ 120 em conversão direta) para a Apple.

Bateria

A bateria promete ser a melhor já lançada pela Apple para um smartphone da marca e tem até duas horas de duração a mais do que a utilizada no iPhone 6s. Curiosamente, é um dos acessórios mais baratos para a empresa: apenas US$ 4 (algo em torno de R$ 13).

Câmera

A Apple se preocupou bastante em melhorar as câmeras e seus recursos no iPhone 7. A principal tem 12 megapixels e abertura ƒ/1.8. Ela sai por US$ 26 (cerca de R$ 85) para a companhia.

Placa lógica

É claro que a peça mais importante do telefone seria a mais cara para a fabricante. A placa lógica custa US$ 74 (R$ 240) por unidade e traz o processador A10 com arquitetura 64 bits.

Speakers

Os dispositivos de captação e reprodução de áudio do telefone saem por US$ 11,50 (R$ 37).

Carcaça

A carcaça que envolve o telefone possui design inédito e custa US$ 22 (R$ 71) para a Apple por unidade.

Outras partes

Há diversas outras partes do telefone que custam pouco. Contudo, se forem somadas, elas geram um gasto de US$ 117,50 (R$ 381) para a companhia. Essa categoria engloba parafusos, fios, cabos, dispositivo de memória, entre outros itens.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa