Smartphones, tablets e PCs mais baratos: Lei do Bem continua a baixar preços de eletrônicos





Enquanto o governo ainda tenta manter a validade da revogação da Lei do Bem – ou seja, tenta fazer com que ela deixe de valer – os preços dos produtos de informática continuam caindo no varejo, graças à liminar que mantém a desoneração valendo. Segundo um levantamento do Zoom, site de compação de preços, a isenção do Pis/Pasep e Cofins para tablets, smartphones, desktops e notebooks levou a uma queda entre 12% e 5% nos valores desses produtos entre julho e setembro.

Os tablets foram os que mais baixaram preço no período, com variação de 12%. Já os smartphones, assim como os desktops, ficaram em média 6% mais baratos, enquanto os notebooks tiveram queda de 5%. O site destaca o LG K10 como o smartphone que mais apresentou baixa de preço, com 13%, enquanto Galaxy S6 e Zenfone Go apresentaram baixa de 11%.
Lei do Bem retira alguns impostos de produtos de informática


O estudo levou em conta os vinte produtos mais buscados de cada categoria citada, com monitoramento entre 3 de julho e 18 de setembro. No levantamento anterior, feito em junho, os smartphones foram os produtos mais impactados, com uma queda de preço de 8%. Já os desktops e notebooks apresentavam queda de 7% e, por fim, os tablets tinham caído 6%. Os levantamentos do Zoom consideram a média do menor preço praticado por esses produtos ao longo do mês.

O diretor executivo do Zoom, Thiago Flores, explica o que causou a queda menor nos preços dos dispositivos neste útlimo período, comparado com o levantamento anterior:


Nessa nova edição do levantamento, vemos uma queda menor nos preços porque é preciso lembrar que o impacto maior foi logo após a volta do incentivo fiscal. É importante considerar que há uma queda contínua nos preços dos eletrônicos. Esse é um resultado muito positivo, já que esses produtos são, durante todo o ano, os mais procurados no e-commerce.

Porém, é possível questionar o levantamento. Como são analisados os produtos mais buscados de cada categoria, a análise tende a ser feita com base em produtos mais antigos, que já sejam de conhecimento do consumidor - e que já apresentam valores mais baixos, e portanto mais atraentes ao público brasileiro. Produtos como os citados, LG K10, Asus Zenfone Go e Samsung Galaxy S6 são lançamentos mais antigos, e todos têm queda nos preços normal pela chegada de novos dispositivos mais atualizados ao mercado.

A liminar que mantém a Lei do Bem em vigor tem prazo para acabar, então é bom aproveitar enquanto os eletrônicos seguem baixando o valor para comprar um novo smartphone, trocar de televisão ou computador. Mas, calma: o prazo é longo, e a desoneração só deverá deixar de existir em 2019.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa