Xiaomi lança smartwatch Amazfit com design circular e bateria de cinco dias, mas sem Android



A Xiaomi anunciou nesta terça-feira (30) um smartwatch que dispensa o Android para tentar fazer sucesso a um preço baixo. O Amazfit é um relógio inteligente fabricado em parceria com a empresa Huami, que já produz a Mi Band para a marca chinesa. O dispositivo tem um sistema proprietário, design esportivo com tela circular e, como sempre, preço baixo se comparado à concorrência.

O smartwatch tem medidor de batimentos cardíacos e GPS integrados. Ele equipa uma tela de 1,34 polegadas, um pouco menor do que a empregada no Moto 360. Internamente, porém, ele traz similaridades à primeira geração do relógio da Motorola: memória RAM de 512 MB e armazenamento interno de 4 GB. Já o processador trabalha na frequência de 1,2 GHz.





A bateria do aparelho é de somente 200 mAh, mas, segundo a Xiaomi, oferece carga suficiente para deixar o Amazfit ligado por até cinco dias. Essa medição é válida com o GPS desligado. Com ele ativado, o relógio promete ficar mais de um dia longe da tomada – exatamente 30 horas, de acordo com dados oficiais.

O Amazfit também é à prova d'água e poeira, com certificação IP67 – inferior à empregada na carcaça do Galaxy S7, por exemplo, que oferece certificação IP68.





Com um design atrativo e recursos básicos que prometem agradar a praticantes de atividades físicas – o relógio sincroniza dados com o app Mi Fit, mesmo sem Android – o aparelho é vendido por um preço relativamente baixo, de US$ 120, ou R$ 392 em conversão direta. O acessório estará disponível para compra somente na China a partir de 31 de agosto.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As cidades brasileiras com maior número de dispositivos infectados por hackers

Como recuperar fotos apagadas do Instagram

GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha