3000 APPS ANDROID CONTÊM O MALWARE DRESSCODE



Uma equipa de investigadores da Trend Micro descobriu que 3000 aplicações para os dispositivos móveis Android, 400 das quais estão disponíveis na loja Google Play, estão infectadas com o malware DressCode.
O código deste malware contém uma componente concebida para instaurar um proxy SOCKS no dispositivo móvel.

Segundo a notícia do site Softpedia, os cibercriminosos podem utilizar este proxy, caso o proprietário do smartphone esteja no seu local de trabalho, para aceder à rede Wi-Fi da empresa e, após descobertas as vulnerabilidades, atacarem os servidores e restantes dispositivos que normalmente estão protegidos por uma firewall. Uma vez que o tráfego é canalizado através do proxy SOCKS, a firewall considera que se trata da habitual navegação na Web.

Este malware também pode ser utilizado para ataques DDoS (Distributed Denial of Service).
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa