Pular para o conteúdo principal

Como fazer jailbreak no iOS 9.3.3

Para que se possam adquirir produtos fora da Apple Store, os usuários de produtos da empresa podem efetuar o jailbreak.

Os dispositivos eletrônicos da Apple são ícones no mundo todo. Tablets, celulares, dispositivos multimídia e computadores são facilmente reconhecidos pelo ícone da maçã em sua parte traseira. Tão reconhecidos que são chamados pelos nomes dos aparelhos: iPad, iPhone, iPod, Mac e Macbook. São produtos que indicam um certo status e seus designs arrojados indicam bom gosto, além da qualidade atestada pelos produtos da empresa fundada por Steve Jobs. O iOS é o sistema operacional no qual permite que esses produtos funcionem. No entanto, esse sistema operacional permite que o download de softwares seja feito apenas através de uma plataforma da empresa, ou seja, da Apple Store. Para adquirir a licença de tais produtos, pode ser cobrado um valor ou pode ser baixado gratuitamente. Mas também há possibilidade de realizar jailbreak. O que é o jailbreak?

O jailbreak permite que se baixe apps via instaladores não oficiais, assim como apps adquiridos através de pirataria. Ainda, permitem que se utilizem funções que a Apple não disponibiliza para seus aparelhos. Jailbreak em tradução livre do inglês, significa "fuga da prisão". Os jailbreaks são lançados por grupos de hackers e não são considerados ilegais.


Dois são os principais tipos de jailbreak: tethered e untethered. O primeiro, tethered, é limitado e temporário. Quando você desliga e liga (ou seja, faz um boot) no aparelho, o sistema volta ao normal e o jailbreak é anulado. Tal desbloqueio só se mantém caso o usuário conecte o aparelho a um computador antes de reiniciar.

O jailbreak untethered não tem esse mesmo problema, logo, você não precisa estar com seu aparelho conectado à um computador para reiniciá-lo. O desbloqueio se manterá ativo assim como também serão mantidas as suas funcionalidades.

Ainda, existe o jailbreak semi-tethered, onde você não perde todas as funcionalidades ao reiniciar o aparelho, mas terá que repetir alguns procedimentos para ter o desbloqueio das funções.

Prós e contras de se fazer um jailbreak


O jailbreak é uma modificação no software do sistema operacional. Com isso, pode-se trazer benefícios e malefícios.

O maior dos benefícios do jailbreak é justamente o acesso a Apple acaba limitando quando você mantém o seu dispositivo com as características de fábrica. Dentre essas funções, podemos citar, por exemplo, àqueles dispositivos comprados em países nos quais a Apple tem um acordo com alguma operadora específica, de maneira que o aparelho só possa ser utilizado naquela operadora.

Em contrapartida, com a "abertura" do dispositivo, o próprio fica mais suscetível a ataques de terceiros, através de malwares, por exemplo. Ainda, no que tangem a atualizações de apps originais, o usuário acaba sendo bloqueado para elas. Também podemos falar que os usuários podem acabar sofrendo com lentidão do sistema e travamento dos dispositivos.

A legalidade do jailbreak.



Como dito anteriormente, o jailbreak não é ilegal. Segundo a DMCA (Digital Millennium Copyright Act, ou Lei dos Direitos Autorais do Milênio Digital), o usuário tem o direito de fazer o que bem entender depois que adquiriu o aparelho.

No entanto, a Apple não pensa da mesma maneira. Cada vez mais, os dispositivos e os sistemas operacionais vem sendo confeccionados e programados de maneira a dificultar o jailbreak. Ainda assim, os grupos que programam esses jailbreaks não demoram muito para disponibilizá-los, considerando o lançamento das atualizações pela Apple.

Aqueles que defendem o jailbreak consideram que fazer o desbloqueio não é nada além de justo, uma vez que você investiu uma boa quantidade de dinheiro no aparelho e deve poder utilizar todas as funções que forem possíveis para tal.

O jailbreak não deve ser considerado sinônimo para pirataria. Pode ser utilizado para tal, mas isso depende das intenções do usuário. O grupo que começou a disponibilizar os jailbreaks, o iPhone Dev-Team, se coloca amplamente contra a pirataria e não aceita doações.

Esse mesmo grupo começou a disponibilizar jailbreaks de maneira que eles só façam o desbloqueio sem alterar algumas configurações originais do aparelho. A razão disso é que o jailbreak faz com que o dispositivo perca a sua garantia. Então, o usuário ao resetar o sistema operacional, retorna a sua configuração original de fábrica, revertendo o desbloqueio. Dessa maneira, o usuário pode levar o seu dispositivo para uma assistência sem que haja maiores problemas.

Como fazer o jailbreak no iOS 9.3.3

O último jailbreak disponível é para a versão do iOS 9.3.3. E foi disponibilizado pelo grupo PanGu, o idioma é o chinês, mas seguindo o passo-a-passo aqui você consegue efetuar o desbloqueio.
Conecte seu dispositivo em um PC com Windows ou em um Mac que esteja rodando Windows. O iTunes precisa estar instalado no sistema
Desligue o "Find my Phone" (Ajustes > iCloud; depois, desative a opção).
Baixe o jailbreak através da página da PanGu.
Instale o PP 5.0 tool. Clique no botão para autorizar e o app se abrirá ao fim do processo.
No app, clique no botão verde para que se faça o download dos recursos necessários.
Se for solicitado, informe seu Apple ID – não necessariamente a da sua conta (recomenda-se a criação de outra). Ao fim do processo, clique no botão verde para continuar.
Toque na página de gerenciamento de dispositivo e autorize a finalização da programação selecionando "Confiar".
Volte para a tela inicial e abra o jailbreak.
Ative as notificações
Abaixo do circulo há uma caixa. Desbloqueie-a.
Toque no círculo, bloqueie o dispositivo e espere que o sistema atualize as informações.
Seu dispositivo desbloqueado está pronto para uso!

Por ser semi-tethered, essa atualização requere que você refaça do passo 11 em diante todas as vezes que você reiniciar o dispositivo.

Também foi disponibilizado uma atualização para dispositivos 64-bits que não precisam estar conectados a um computador.
No Safari, acesse aqui.
Toque em Install e aguarde a instalação do PP.
Abra o app PP e aperte OK
Abaixo do círculo há uma caixa. Desmarque-a.
Toque no círculo e assim que iniciar o processo, bloqueie o dispositivo.
Assim que houver notificações na tela bloqueada, você deve aguardar a compilação do Cydia e seu dispositivo estará pronto para uso.

Essa atualização também é semi-tethered e o passo 6 em diante devem ser refeitos a cada reinicialização do aparelho.

Recomenda-se que você faça um backup de seus dados na iCloud depois de que o jailbreak seja efetuado.

Não esqueça-se que o procedimento é por sua conta e risco, e não nos responsabilizamos por danos causados em seu aparelho.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As cidades brasileiras com maior número de dispositivos infectados por hackers

Os brasileiros precisam estar cada vez mais atentos com a segurança digital dos seus computadores e celulares. Um relatório da Norton by Symantec revela que o país é o terceiro com mais dispositivos infectados por hackers através de bots.
O país também se destacou como sendo o mais afetado da América Latina, com 37% dos equipamentos infectados. As cidades de São Paulo (36,3%), Rio de Janeiro (20,74%) e Curitiba (6,29%) concentram a maior parte das infecções no país. Além disso, a capital paulista é a segunda com o maior número de dispositivos infectados, ficando atrás somente da Cidade do México.

Veja as dez cidades brasileiras e da América Latina que mais sofrem ataques hackers:

Apenas em 2016, foram identificados mais de 6,7 milhões de dispositivos que foram adicionados à rede global de botnets – os bots são dispositivos conectados à internet infectados com malware que permitem que hackers assumam remotamente o controle de muitos dispositivos ao mesmo tempo –, sendo que mais de 689…

Como recuperar fotos apagadas do Instagram

(Foto: Reprodução)
Como recuperar fotos apagadas do Instagram


Caso você tenha apagado uma foto bacana do Instagram e queira recuperá-la, existem duas possibilidades de fazer isso, embora nenhuma delas garanta que sua imagem será de fato recuperada.

Abaixo explicamos de duas maneiras como encontrar uma foto que você já postou no Instagram. Uma delas depende do Facebook, enquanto a outra aposta na câmera do seu smartphone para resgatar imagens antigas.

Pelo Facebook

Caso você tenha vinculado sua conta do Instagram ao Facebook e costume postar as fotos nas duas redes simultaneamente, é bem provável que a foto removida do Instagram também esteja no seu Facebook.

Para encontrá-la, entre no seu perfil na rede social de Zuckerberg e procure pelos álbuns de fotos. Um deles chama "Instagram Photos" e conta com todas as imagens enviadas ao Facebook por conta do Instagram. Lá dentro, é só procurar a foto que você quer no meio delas.

Nas fotos do seu smartphone

Caso você mantenha ativada a opçã…

GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

(Foto: Reprodução/Mashable)
GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

A GoPro anunciou uma nova geração de sua tradicional câmera de ação. A Hero 6 Black chega para suceder a Hero 5 revelada no ano passado e traz uma série de novas capacidades para a câmera em termos de captura de imagem e conectividade.

Em termos de imagem, os usuários vão poder aproveitar a nova tecnologia para registrar vídeos em resolução 4K a uma taxa de 60 quadros por segundos. O modelo anterior só conseguia registrar 30 quadros por segundo nessa resolução. Além disso, quem preferir registrar vídeo em HD poderá aproveitar uma taxa de até 240 quadros por segundo, enquanto o antecessor só chegava a 120.

Já sobre conectividade, a chegada do suporte a redes Wi-Fi de 5 GHz será bem-vindo para quem já fez a transição para um roteador mais recente, com padrão 802.11ac. Isso pode permitir maiores taxas de transferência, o que é sempre uma boa notícia.

Outras mudanças incluem a melhoria na estabilização de ima…