OnePlus apresenta seu novo smartphone top de linha


(Foto: Divulgação)
OnePlus apresenta seu novo smartphone top de linha


A OnePlus fez algo incomum no mercado de smartphones ao matar seu top de linha menos de seis meses após lançá-lo. Mas isso não significa que a marca ficará sem um aparelho potente para vender. A verdade é que a OnePlus fez isso para substituir o modelo por um ainda melhor.
Nessa terça-feira, 15, a empresa chinesa apresentou o OnePlus 3T, que é basicamente o OnePlus 3 em esteroides. Ambos possuem o mesmo design e dimensões, mas o segundo vem com processador, bateria e câmera melhores que os do antecessor.

O 3T carrega um processador Snapdragon 821, da Qualcomm, que conta com quatro núcleos (dois de 2,35 GHz e dois de 1,6 GHz). A placa gráfica é Adreno 530 e o aparelho tem um conjunto com 6 GB de RAM e 64 GB ou 128 GB para armazenamento. Isso desmente a principal especulação em torno do smartphone, porque o mercado esperava que o 3T viria com 8 GB de RAM.


A bateria — não removível — é de 3.400 mAh, e o aparelho conta com tecnologia de carregamento rápido Dash Charge. Há sensor biométrico e os tradicionais acelerômetro, giroscópio, sensor de proximidade, entre outros que não são novidade no mercado. A tela mantém as 5,5 polegadas do modelo anterior. Feita em AMOLED, ela tem resolução Full HD (1920 x 1080 pixels, com 401 ppi) e apresenta conteúdo numa disposição 16:9.

A câmera traseira vem com sensor IMX 298, da Sony. Com abertura f/2.0, ela oferece suporte a imagens RAW, fotografa em 16 MP e filma em 4K a 30 quadros por segundo (ou em 720p a 120 fps). Também de 16 MP, a câmera frontal usa um sensor 3P8SP, da Samsung.

O OnePlus 3T é equipado com uma modificação do Android 6.0 (Marshmallow), mas a companhia promete soltar em breve uma atualização que permitirá migrar para o Android 7.0 (Nougat). O aparelho será vendido por US$ 439 (64 GB) e US$ 479 (128 GB) a partir do dia 22 de novembro.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa