Pular para o conteúdo principal

Próximo iPhone poderá ser feito de vidro e ter tela curva, diz analista

(Foto: reprodução)
Próximo iPhone poderá ser feito de vidro e ter tela curva, diz analista

Ming-Chi Kuo, um analista de mercado da empresa KGI Securities que costuma realizar previsões sobre os futuros lançamentos da Apple, tem algumas opiniões bem interessantes sobre os próximos iPhones. De acordo com um comunicado de Kuo lido pelo Business Insider, a versão top de linha do próximo iPhone pode ter uma tela curva semelhante à do Galaxy S7 Edge, mas com uma curvatura ainda maior.

Kuo já previu com precisão, por exemplo, que a Apple lançaria um novo iPhone de 4 polegadas (o que se concretizou com o lançamento do iPhone SE). De acordo com ele, a empresa lançará três iPhones no primeiro semestre do ano que vem: dois deles terão tamanhos de 4,7 e 5,5 polegadas e serão os sucessores dos iPhones 7 e 7 Plus.
O terceiro, contudo, terá tela OLED de 5,1 ou 5,2 polegadas que será curva - esse seria o modelo mais caro dos três, mesmo não sendo o maior. "O tamanho do display não será mais o principal fator diferenciador entre modelos de iPhone de 2017 para frente", disse. Os outros dois dispositivos ainda terão telas de LCD, assim como os iPhones atuais.

Futuro de vidro

Essas previsões vão ao encontro das previsões de outros analistas ouvidos pela Bloomberg. Segundo eles, a Apple pretendia inicialmente usar displays OLED em todos os seus próximos iPhones, mas precisou atrasar a adoção dessa tecnologia porque os fornecedores não estavam preparados para atender à demanda da empresa. 

Ainda de acordo com a Bloomberg, o iPhone com tela curva de OLED terá um visual diferente, com um botão Home virtual. O site ainda afirma que ele será inteiramente feito de vidro, corroborando outros rumores sobre o novo aparelho. De acordo com Kuo, dispositivos com acabamento de vidro são bem populares na Ásia, onde os smartphones da Apple vêm perdendo mercado.

Trazer essas tecnologias para o próximo no iPhone, no entanto, pode ser um processo extremamente custoso. A exigência de displays OLED da Apple para seus dispositivos chega até mesmo a ameaçar seus fornecedores, que podem falir caso não consigam atender às demandas da empresa.

Parceria inusitada

Por esse motivo, segundo a Bloomberg, a Samsung seria a principal fornecedora de displays para esses próximos aparelhos. O acordo inicial entre a Apple e a coreana fabricante dos Galaxy S7 (os principais concorrentes dos iPhones) prevê a entrega de 100 milhões de displays OLED à Apple, mas o site acredita que a empresa pode não ser capaz de entregar essa quantidade a tempo.

Outros rumores ainda dão conta de que esse "iPhone de vidro" poderia se chamar iPhone 10 (em referência aos 10 anos de lançamento do primeiro iPhone). Ele também teria uma câmera de uma só lente, assim como o iPhone 7, e a configuração de duas câmeras permaneceria como exclusiva dos modelos de 5,5 polegadas. Ele ainda teria carregamento sem fio, sua parte frontal seria quase totalmente ocupada pela tela (de modo semelhante ao Mi Mix) e, infelizmente, não contaria com saída para fone de ouvido.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As cidades brasileiras com maior número de dispositivos infectados por hackers

Os brasileiros precisam estar cada vez mais atentos com a segurança digital dos seus computadores e celulares. Um relatório da Norton by Symantec revela que o país é o terceiro com mais dispositivos infectados por hackers através de bots.
O país também se destacou como sendo o mais afetado da América Latina, com 37% dos equipamentos infectados. As cidades de São Paulo (36,3%), Rio de Janeiro (20,74%) e Curitiba (6,29%) concentram a maior parte das infecções no país. Além disso, a capital paulista é a segunda com o maior número de dispositivos infectados, ficando atrás somente da Cidade do México.

Veja as dez cidades brasileiras e da América Latina que mais sofrem ataques hackers:

Apenas em 2016, foram identificados mais de 6,7 milhões de dispositivos que foram adicionados à rede global de botnets – os bots são dispositivos conectados à internet infectados com malware que permitem que hackers assumam remotamente o controle de muitos dispositivos ao mesmo tempo –, sendo que mais de 689…

Como recuperar fotos apagadas do Instagram

(Foto: Reprodução)
Como recuperar fotos apagadas do Instagram


Caso você tenha apagado uma foto bacana do Instagram e queira recuperá-la, existem duas possibilidades de fazer isso, embora nenhuma delas garanta que sua imagem será de fato recuperada.

Abaixo explicamos de duas maneiras como encontrar uma foto que você já postou no Instagram. Uma delas depende do Facebook, enquanto a outra aposta na câmera do seu smartphone para resgatar imagens antigas.

Pelo Facebook

Caso você tenha vinculado sua conta do Instagram ao Facebook e costume postar as fotos nas duas redes simultaneamente, é bem provável que a foto removida do Instagram também esteja no seu Facebook.

Para encontrá-la, entre no seu perfil na rede social de Zuckerberg e procure pelos álbuns de fotos. Um deles chama "Instagram Photos" e conta com todas as imagens enviadas ao Facebook por conta do Instagram. Lá dentro, é só procurar a foto que você quer no meio delas.

Nas fotos do seu smartphone

Caso você mantenha ativada a opçã…

GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

(Foto: Reprodução/Mashable)
GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

A GoPro anunciou uma nova geração de sua tradicional câmera de ação. A Hero 6 Black chega para suceder a Hero 5 revelada no ano passado e traz uma série de novas capacidades para a câmera em termos de captura de imagem e conectividade.

Em termos de imagem, os usuários vão poder aproveitar a nova tecnologia para registrar vídeos em resolução 4K a uma taxa de 60 quadros por segundos. O modelo anterior só conseguia registrar 30 quadros por segundo nessa resolução. Além disso, quem preferir registrar vídeo em HD poderá aproveitar uma taxa de até 240 quadros por segundo, enquanto o antecessor só chegava a 120.

Já sobre conectividade, a chegada do suporte a redes Wi-Fi de 5 GHz será bem-vindo para quem já fez a transição para um roteador mais recente, com padrão 802.11ac. Isso pode permitir maiores taxas de transferência, o que é sempre uma boa notícia.

Outras mudanças incluem a melhoria na estabilização de ima…