Relógio inteligente funciona com o calor do corpo do usuário

(Foto: Reprodução)
Relógio inteligente funciona com o calor do corpo do usuário


Já pensou ter um dispositivo que não precisa ser carregado nunca? É o que pretendem os criadores do Powerwatch, um relógio inteligente que usa o calor humano do pulso do usuário para funcionar.

Como funciona?

O produto usa o conceito de um circuito gerador termoelétrico para funcionar. Isso significa que ele exige uma fonte constante de calor de um lado e pede que o outro permaneça frio. A diferença de temperatura entre as duas partes é a razão pela qual a tecnologia funciona tão bem em um relógio.


O corpo humano trabalha o tempo todo para manter sua temperatura em cerca de 37°C, externando o calor, que é absorvido pelo Powerwatch durante o uso. O dispositivo conta com dissipadores de calor do outro lado, o que faz com que o projeto funcione perfeitamente.


O calor é convertido em energia e garante o funcionamento do relógio inteligente em todas as suas funções. Quando não está em uso, o aparelho entra em uma espécie de modo avião para economizar energia, sendo alimentado por uma bateria interna. Isso garante que ele mantenha data e hora atualizados.

Especificações

Como se pode imaginar, as especificações do Powerwatch não são tão poderosas quanto às dos líderes do setor. O dispositivo se conecta ao smartphone via Bluetooth, mas não oferece notificações. Ele pode funcionar como um rastreador de atividades e, segundo os desenvolvedores, garante com precisão quantas calorias o usuário queimou durante a prática.

O projeto está disponível para financiamento coletivo no Indiegogo por a partir de US$ 170. As entregas devem começar em julho de 2017. Saiba mais:
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa