Número de reclamações à Anatel diminuiu em 2016, diz agência


(Foto: reprodução)
Número de reclamações à Anatel diminuiu em 2016, diz agência

Um levantamento realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações mostra que os brasileiros estão reclamando menos dos serviços prestados pelas operadoras. De acordo com um documento divulgado nesta quarta-feira, 30, entre janeiro e outubro o número de críticas às empresas de telefonia móvel, banda larga fixa, telefonia fixa e TV por assinatura apresentaram uma queda de 3,4% em relação ao mesmo período de 2015, atingindo os 3,3 milhões.

Do total de reclamações que o órgão recebeu, a maior parte se encontrou no segmento de telefonia móvel, que corresponde a 44% do total.


Confira as reclamações por serviço, em 2015 e 2016:

Telefonia Móvel

47,1%

44,0%

Telefonia Fixa

24,3%

25,5%

Banda Larga Fixa

14,9%

15,7%

TV por Assinatura

13,2%

14,4%

Outros

0,5%

0,4%


A telefonia móvel foi a única que apresentou um aumento no número de reclamações, com 50,7 mil queixas a mais do que em 2015. A principal reclamação é a cobrança indevida em linhas pós-pagas. Os outros serviços receberam menos críticas: a TV por assinatura teve queda de 11,5% em relação ao ano passado, seguida pela banda larga fixa, com 8,4% a menos, e pela telefonia fixa, com redução de 7,7%.

Empresas

No setor de telefonia móvel, a operadora TIM foi a líder no aumento das reclamações, com crescimento de 17,9%, seguida pela Vivo, com 4,9%. As outras operadoras apresentaram reduções.

Na TV por assinatura, a Sky foi a única que viu as críticas diminuírem. Entre as outras, a Vivo foi líder, com crescimento de 71,9% no número de reclamações, seguida pela NET/Claro, com 15,8%, e pela Oi, com 8,4%. Na banda larga fixa, a Vivo lidera as reclamações, com aumento de 30,2%, assim como na telefonia fixa, na qual houve aumento de 32,2%.

Como reclamar?

A Anatel indica que o consumidor fale primeiro com a prestadora de serviço de telecomunicações e anote o protocolo de atendimento. Se não houver resposta ou ela não for adequada, o consumidor deve contatar a agência reguladora. Para obter mais informações sobre os canais de atendimento da Agência Nacional de Telecomunicações, acesse o Portal da Anatel.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa