Nokia e dona da Alcatel-Lucent

Surpresa! Nokia é dona da marca Alcatel também em smartphones e tablets

15 Março 2017

60 Comentarios

A Nokia surpreendeu muita gente ao anunciar a compra da Alcatel-Lucent ainda em meados de abril de 2016, principalmente pelo valor de US$ 16,6 bilhões envolvido no acordo entre as empresas de soluções para redes. Na época, a finlandesa emitiu um comunicado oficial confirmando a aquisição e dando alguns detalhes sobre como ambas as companhias agiriam desde então, dando a entender que apenas a parte de soluções para redes estava inclusa no acordo.

Ao que parece, contudo, a ação da Nokia envolve muitas variáveis não declaradas anteriormente pela empresa, pois em um comunicado oficial liberado ao portal Nokia PowerUser e também ao Nokia Mob Blog a companhia confirma que o direito de uso da marca Alcatel a pertence desde que o acordo com a Alcatel-Lucent foi oficializado.

A marca Alcatel foi licenciada pela Alcatel-Lucent para a TCL para celulares e dispositivos e esta licença expira no final de 2024. Quando a Nokia adquiriu os ativos da Alcatel-Lucent em 2016, isso também incluiu acordos de licenciamento para a marca Alcatel.


Para entendermos isso, é preciso voltar um pouco no tempo, quando a Alcatel se dividiu em duas vertentes: Alcatel OneTouch e Alcatel-Lucent. A primeira delas ficou responsável pelo desenvolvimento e fabricação de smartphones, tablets e demais produtos para o usuário comercial, enquanto a segunda cuidava exclusivamente das soluções para redes e demais meios industriais.

Com a venda da Alcatel OneTouch para a chinesa TCL Communication, tivemos todas as fábricas mudando de fato de dono. Porém, os direitos da marca Alcatel e tecnologias desenvolvidas pela empresa foram mantidas com a Alcatel-Lucent, sendo apenas licenciadas para a TCL com prazo para o final de 2024, dando assim tempo mais do que suficiente para a chinesa aproveitar a marca.

Por mais irônico que pareça, Nokia continua lucrando até com o Windows 10 Mobile

Avançando um pouco no tempo, tivemos então a aquisição da Alcatel-Lucent por parte da Nokia, e, ainda que a finlandesa não tenha destacado este ponto ao anunciar o acordo, o direito de uso da marca e todos os demais acordos comerciais envolvendo o nome Alcatel foram passados a ela, fazendo com que ela agora lucre com os produtos vendidos pela TCL por meio de royalties.

Não foram dados detalhes sobre os valores que envolvem o licenciamento da marca Alcatel para a TCL, porém o que se sabe é que a Nokia vem lucrando bastante com isso desde que oficializou a compra da Alcatel-Lucent, justificando assim todo o alvoroço visto por parte de investidores que fizeram suas ações disparar.

Será que a Nokia passará a usar o nome Alcatel em alguns produtos após 2024? Ou a TCL buscará um acordo para prolongar o vínculo? 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa