Empresa anuncia smartphone com tela 'holográfica'


(Foto: Reprodução)
Empresa anuncia smartphone com tela 'holográfica'

A RED é uma empresa norte-americana conhecida por produzir câmeras profissionais top de linha e até câmeras para estúdios de cinema. Nesta semana, porém, a companhia anunciou um novo projeto: o Hydrogen One, seu primeiro smartphone.

O celular da RED, porém, promete ser diferente de tudo o que já se viu no mercado. Em primeiro lugar, a empresa diz que o aparelho vai usar uma tecnologia inédita em uma "tela holográfica", capaz de exibir "conteúdo em 2D, conteúdo holográfico multi-visão, conteúdo em 3D e jogos interativos".

Em um fórum online, o fundador da RED, Jim Jannard, tentou esclarecer sua visão sobre o projeto. "Não existe uma boa maneira de descrevê-lo sem que você o veja", disse. "Nossa tela é uma tecnologia que vocês nunca viram antes. Não é lenticular, porque essa é uma tecnologia inferior em todos os sentidos, já foi testada várias vezes e falhou por bons motivos."

Jannard cita como exemplo o Amazon Fire e o LG Optimus, smartphones que tentaram emplacar uma tela supostamente holográfica, mas, como lembra o site The Verge, acabaram fracassando no mercado. O executivo garante que a tecnologia usada pelo Hydrogen One não tem nada a ver com o que esses aparelhos tentaram fazer.

Além disso, a RED também adiantou que o smartphone terá uma tela de 5,7 polegadas. O software será equipado com um algoritmo capaz de "converter som estéreo em áudio multi-dimensional" para criar uma experiência ainda mais imersiva. Por fim, o Hydrogen One também terá suporte a componentes modulares.

A empresa está tão confiante no projeto que até já colocou o Hydrogen One em pré-venda no seu site oficial. O modelo mais barato, porém, custa nada menos do que US$ 1.195 - o que, convertido diretamente, sem contar impostos ou outras taxas de importação, sai por R$ 3.920. Uma versão mais cara, feita de titânio, sai por US$ 1.595 (R$ 5.240).


A RED promete começar a vender o aparelho no início de 2018, mas já adiantou que o preço e o número de unidades em oferta pode mudar até lá. As especificações do celular não foram divulgadas, mas a primeira foto apresentada do produto mostra uma porta USB-C, espaço para cartão microSD e entrada para fones de ouvido tradicionais.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa