Nokia já tem outra opção se o Windows Phone não vingar









   
 






 

 

A expectativa em torno do lançamento do Windows Phone 8 é enorme, mas assim como todo grande anúncio, ele também pode ser uma decepção.

 

 Por isso, a Nokia já está preparada. De acordo com a revista Forbes, a companhia finlandesa têm uma gama de opções para dar continuidade à produção de seus smartphones caso o sistema operacional móvel da Microsoft não seja o que se espera dele.

 

Apesar da companhia ter boas possibilidades de reativar o Symbian, o principal plano B da Nokia, segundo analistas, é seguir o rumo de boa parte das fabricantes e adotar o Android.

 

Os motivos são simples: com mão de obra qualificada para criar hardware de alto nível, capaz de competir de igual para igual com qualquer Galaxy S III ou HTC One X, a empresa sabe que os dispositivos com o sistema operacional do Google estão entre os melhores do mercado e acredita que seus aparelhos podem ficar ainda melhores com ele.

 

O momento do mercado diz tudo: o Android chegou a mais de um milhão de ativações diárias de aparelhos, o que já totaliza 400 milhões de celulares com o SO móvel do Google em todo o mundo.

 


A Microsoft já gastou US$ 1 bilhão (R$ 2 bilhões) para convencer a Nokia a utilizar o Windows Phone, pensando justamente nisso: evitar a aliança entre os finlandeses e o Google. A Nokia aceitou tendo em vista as previsões de que o Windows Phone vai ultrapassar o iOS em marketshare nos próximos cinco anos. Mas caso isso não aconteça…

 

O Android é o plano B perfeito. Já está estabelecido, tem um ecossistema melhor, uma loja de aplicativos maior, e já está se destacando com o Android 4.1 Jelly Bean. Até o fim do ano, o primeiro Nokia com Windows Phone 8 será lançado e, então, será possível ter uma noção se a aposta na parceria foi correta. Caso os números não agradem, quem sabe em 2013 já não seja possível ver um Lumia ou PureView com Android?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Driver leadership 0091 - Receptor de TV Digital.zip

Vendas de smartwatches crescem quase 50% graças à Apple e Samsung

Anatel- lei sobre telemarketing