Novo Galaxy Note

O sucessor do Galaxy Note, da Samsung, deve ser apresentado no próximo dia 29, duas semanas antes do anúncio do iPhone 5, da rival Apple

  

Smartphone Galaxy Note, da Samsung

Além de ter uma enorme tela de 5,3 polegadas, o Galaxy Note, da Samsung, destaca-se por trazer uma canetinha para anotações e desenhos

São Paulo — Duas semanas antes de a Apple apresentar o esperado iPhone 5, a Samsung deve revelar o sucessor do Galaxy Note, o bem sucedido smartphone da empresa que tem uma enorme tela de 5,3 polegadas. Segundo a agência Reuters, um porta-voz da Samsung confirmou que a apresentação será em Berlim, na Alemanha, no dia 29.


A apresentação, no evento Samsung Mobile Unpacked, será realizada dois dias antes do início da IFA, a mais importante feita de eletrônicos de consumo da Europa, que também acontece em Berlim. A data não causa surpresa, já que a chegada de um novo Galaxy Note em agosto vinha sendo antecipada no mercado.

O Galaxy Note pertence à categoria de dispositivos que vêm sendo chamados de "phablets", nome que mistura as palavras smartphone e tablet. Com tela maior que a de um smartphone comum e menor que a de um tablet, eles caíram no gosto do consumidor e ajudaram a Samsung a conquistar uma folgada liderança no mercado de smartphones. No segundo trimestre do ano, a empresa coreana vendeu 52 milhões de smartphones, o dobro do que vendeu a  Apple, a segunda colocada no ranking.

Em junho, a Samsung divulgou que havia vendido 7 milhões de unidades do Galaxy Note desde o lançamento, em outubro de 2011. Um estudo da ABI Research prevê que as vendas de dispositivos com tela entre 4,6 e 5,5 polegadas serão, neste ano, dez vezes maiores que em 2011. Em 2015, 208 milhões serão vendidos no mundo.

A razão para o sucesso estaria no tempo que as pessoas passam usando o smartphone para navegar na web e para ler notícias e outros textos. Nessas situações, a tela maior é uma grande vantagem. Além de substituir os smartphones menores, os phablets também atraem pessoas que querem ter um único dispositivo em vez de um celular e um tablet.

Espera-se que o Galaxy Note 2 traga processador mais potente que o atual, com quatro núcleos, e que rode o Android 4.1 Jelly Bean, a versão mais recente do sistema operacional móvel do Google. Em junho circulou o rumor, um tanto improvável, que que o novo modelo teria tela ainda maior que a atual. E não se sabe se a Samsung vai manter um recurso peculiar do Galaxy Note – a canetinha para anotações e desenhos na tela.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Driver leadership 0091 - Receptor de TV Digital.zip

Anatel- lei sobre telemarketing

Vendas de smartwatches crescem quase 50% graças à Apple e Samsung