Três apps gratuitos para acessar mapas offline no smartphone




Durante uma conferência para desenvolvedores, o Google anunciou que o Google Maps terá suporte para navegação offline. O recurso é importante no Brasil, onde o acesso à internet móvel é limitado e caro. No entanto, a novidade demorará alguns meses para chegar e não sabemos se ela estará disponível no país — até porque o Google Maps já oferece um recurso de cache offline de mapas, mas que não funciona no Brasil.

Felizmente, o Google Maps não será a única solução para quem precisa de um aplicativo de mapas e não quer depender da rede da operadora para se localizar. Logo abaixo, você encontra três ótimas opções gratuitas para o seu smartphone — e que já estão funcionando!
HERE Maps



Desenvolvido pela Nokia, o HERE Maps ganhou recentemente versões para Android e iPhone. É possível baixar gratuitamente mapas de países dos cinco continentes para a memória do smartphone, então ele poderá ser útil até mesmo quando você estiver viajando e não quiser pagar tarifas de roaming internacional ou comprar um chip da operadora local.

O mapa brasileiro tem 1.050 MB, mas é possível salvar regiões específicas, como Sudeste (420,6 MB), Sul (221,5 MB) e Nordeste (236,9 MB). O mapeamento é feito pela própria Nokia, que em 2007 comprou a Navteq, uma das maiores fornecedoras de mapas do mundo. Nós já embarcamos num carro do HERE e fomos conhecer de perto o trabalho dos analistas de campo.

O HERE Maps é meu aplicativo preferido de mapas. Ele substituiu completamente o Google Maps no meu iPhone, por também oferecer o recurso de rotas por transporte público e possuir um banco de pontos de interesse bastante completo.
Quem fornece os mapas? HERE.
Como se mantém gratuito? O HERE licencia seus mapas para outras empresas, como Garmin e BMW, e detém a primeira posição no mercado de mapas para a indústria automotiva. Ele foi responsável por 7% da receita da Nokia no último trimestre de 2014.
Disponibilidade: Android, iOS, Windows Phone e web.
Oi Mapas



Embora carregue a marca de uma operadora, o Oi Mapas pode ser usado gratuitamente por todos os usuários. Diferentemente do HERE Maps, que se propõe a ser um aplicativo completo de mapas, o Oi Mapas tem foco em navegação automotiva, trazendo interface e funcionalidades bem parecidas com as que encontramos nos aparelhos de GPS.

O mapa do Brasil é fornecido pela TomTom e vem junto com o aplicativo. Mapas de outros países são muito bem pagos e custam entre R$ 58 (por país) e R$ 102 (regiões inteiras, como o norte da África). O serviço de informações de trânsito, que exibe as condições do tráfego em tempo real e recalcula a rota mais rápida, também é pago, custando R$ 2,82 (mensal) e R$ 28,48 (anual).

É possível conectar suas contas do Facebook, Twitter, LinkedIn e Foursquare para personalizar a pesquisa de pontos de interesse e adicionar funções de compartilhamento. O Oi Mapas fornece prédios em 3D, alerta de excesso de velocidade e instruções por voz.
Quem fornece os mapas? TomTom.
Como se mantém gratuito? O mapa brasileiro é gratuito e possui licença vitalícia, mas mapas de outros países, bem como o serviço de trânsito, são pagos através de compras in-app.
Disponibilidade: Android e iOS.
Maps.me



O Maps.me é um aplicativo de mapas que se tornou gratuito em dezembro de 2014, após ser comprado pela empresa russa Mail.ru, que também é dona da rede social VKontakte e do esquecido messenger ICQ.

O aplicativo é rápido e possui uma tecnologia de compressão de mapas muito eficiente: a região Sul ocupa apenas 79 MB na memória do aparelho, quase um terço do espaço usado pelo HERE Maps. Os mapas são bem detalhados, mostrando restaurantes, caixas eletrônicos, postos de combustível, linhas de metrô, parques e até semáforos.

Os mapas são fornecidos pelo OpenStreetMap, um serviço colaborativo de mapas no qual todos os usuários podem contribuir. Em alguns países, o OpenStreetMap recebe dados do governo, o que facilita o trabalho de mapeamento, mas esse não é o caso do Brasil — por isso, embora a qualidade dos mapas seja boa nas grandes cidades, locais mais distantes ainda têm ruas não mapeadas ou desatualizadas.
Quem fornece os mapas? OpenStreetMap.
Como se mantém gratuito? Diferentemente de empresas como TomTom e HERE, o OpenStreetMap é um fornecedor de mapas colaborativo, que não cobra licença das fabricantes. A previsão é que o Maps.me se torne um software de código aberto ainda em 2015.
Disponibilidade: Android e iOS.
Outras opções

Para quem pode tirar o escorpião do bolso, as opções de aplicativos com suporte a mapas offline são ainda maiores: você pode comprar aplicativos da TomTom, Garmin, CoPilot, Sygic e várias outras empresas. Já para escapar dos congestionamentos, desde que você tenha uma conexão à internet ativa, não tem como deixar de recomendar o excelente Waze.

Qual você usa?




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Driver leadership 0091 - Receptor de TV Digital.zip

lista das musicas do jogo gta v pra baixar em mp3

Atualização Samsung Galaxy Beam GT-I8530 com Oficial Jellybean 4.1.2 XXAMF1 Firmware