Lojas Americanas

terça-feira, junho 30, 2015

Vazam mais imagens do novo Moto G







Vazaram mais imagens do novo Moto G3. conhecida também como "Osprey" ou XT1540 é a versão final do modelo.





Ainda não há confirmações sobre o hardware do smartphone, mas rumores apontam que ele virá com um processador Snapdragon 410, 1 GB de memória RAM, 8 GB de armazenamento, tela de 5 polegadas HD (1280 x 720 pixels), câmeras frontal e traseira de 5 megapixels e 13 megapixels, respectivamente e suporte LTE.

Não há informações sobre a data de lançamento do celular. Confira mais imagens do dispositivo:




Xiaomi anuncia seu primeiro smartphone no Brasil por R$ 500





Depois de meses de antecipação, a chinesa Xiaomi finalmente chegou ao Brasil. Em evento realizado em São Paulo nesta terça-feira, 30, a empresa falou pela primeira vez abertamente sobre suas estratégias para o mercado nacional.

A companhia, que mesmo atuando em poucos mercados já é uma das principais fabricantes do mundo, revelou que o primeiro aparelho e trará o Redmi 2 para o Brasil. O aparelho é um intermediário que vem para disputar mercado com smartphones como o Moto G, o Zenfone 5 e o Lumia 730. O modelo chega ao país custando R$ 500. O início das vendas acontecerá no dia 7 de julho, mas a empresa pede que os interessados se cadastrem no site oficial para as vendas.




O modelo conta com um system-on-chip Snapdragon 410 quad-core no clock de 1,2 GHz e 1 GB de memória RAM, o que o credencia como tantos outros smartphones intermediários. Seu diferencial é o tamanho de tela: 4,7 polegadas com resolução HD. Ele também possui uma câmera traseira de 8 megapixels e uma frontal de 2 megapixels. Ele também conta com 8 GB de armazenamento interno com slot para cartão microSD de até 32 GB e bateria de 2265 mAh. O aparelho possui capacidade para dois chips, com a diferença de suportar conectividade 4G em ambas as entradas ao mesmo tempo. O recurso é uma novidade no mercado nacional.

Para quem não conhece, a empresa se destaca também pela MIUI, sua customização do Android, que lembra muito mais o iOS. O software se destaca dos demais por ser o que a companhia chama de “sistema operacional vivo”, já que recebe atualizações semanais.


Como é tradicional da empresa, a principal plataforma de distribuição será o próprio site da empresa. No exterior, a Xiaomi é famosa pelas ofertas relâmpago, nas quais são movidas grandes quantidades de seus aparelhos em pouquíssimo tempo. No entanto, a empresa também deve vender seus produtos no varejo.



Os aparelhos estão sendo fabricados na Foxconn, em Jundiaí. Os primeiros aparelhos fabricados nacionalmente ainda estão saindo da linha de montagem, por isso a Xiaomi importou um pequeno lote para ser vendido no Brasil enquanto.

A Xiaomi também anunciou a chegada da Mi Band, a pulseira inteligente da empresa, voltada para prática de exercícios e monitoramento de suas atividades cotidianas, que será vendido a R$ 95. A chinesa promete que sua bateria dura pelo menos 30 dias.

A pulseira é a prova d’água e também serve como autenticação do usuário. Isso significa que você pode desbloquear a tela do seu smartphone sem precisar colocar uma senha.

Também foi apresentado o Mi Power Bank, uma bateria externa de 10.400 mAh, que pode carregar até 3 vezes o Redmi 2. O aparelho chega ao mercado por R$ 100.

Apple perde recurso na Justiça norteamericana e terá que pagar US$ 45 milhões

                

 A Segunda Corte Nacional de Recursos dos Estados Unidos em Manhattan decidiu, hoje, que a Apple violou a legislação antitruste civil dos EUA ao conspirar com editoras de e-books para aumentar os preços dos livros digitais. Por esse motivo, a empresa terá de pagar US$ 450 milhões, a maior parte a consumidores de e-books, respeitando um acordo feito em 2014.

O valor é consideravelmente menor que o montante de US$ 840 milhões pedido inicialmente no processo. Caso a Justiça tivesse validado o recurso da empresa, por outro lado, esse valor seria de US$ 70 milhões, US$ 50 milhões dos quais iriam para os consumidores.

Segundo o Wall Street Journal, US$ 450 milhões representa aproximadamente 3% do lucro da empresa durante último trimestre de 2104. A empresa ainda pode pedir à atual instância judicial que reveja o caso, ou apelar à Suprema Corte dos EUA.

Histórico

Em 2010, a Apple lutava para conquistar espaço no mercado de e-books, no qual de 80% a 90% das vendas eram da Amazon graças aos descontos consideráveis que ela oferecia aos consumidores. As editoras, por outro lado, não estavam satisfeitas com esses descontos.

Por esse motivo, a Apple oferecia a elas acordos nos quais ficava na mão delas decidir os preços pelos quais seus e-books seriam vendidos. A única exceção a essa regra era quando outro revendedor vendesse o mesmo livro por um preço mais baixo: nesse caso, a editora teria que igualar o preço do concorrente.

Isso causou um aumento imediato nos preços de e-books. Segundo um dos juízes que assinou a decisão, a Apple tinha consciência que suas ações levariam os consumidores a enfrentar preços maiores.

Asus cutuca chegada da Xiaomi com promoção "Chega de MiMiMi"










A Asus, fabricante do Zenfone, decidiu contra-atacar a chegada da Xiaomi ao Brasil. Pouco tempo depois do anúncio de que o Redmi 2 chegaria ao país com R$ 500, foi lançada a promoção “Chega de MiMiMi”, em alusão clara ao nome da marca chinesa.

Com a oferta, o Zenfone 5 mais básico, com 8 GB de armazenamento interno e processador de 1,2 GHz, será oferecido por R$ 490, um pouco mais barato do que o Redmi 2, da Xiaomi. A Asus também coloca no pacote uma das capinhas com flip sem custo adicional.

A empresa avisa que será possível comprar os aparelhos com o valor reduzido entre as 10h30 e 11h30 do dia 2 de julho na loja online da própria Asus. A companhia avisa que o estoque será limitado.

No entanto, basicamente todos os modelos de Zenfone, incluindo o 6, tiveram seu preço cortado para combater um possível avanço da Xiaomi no Brasil. Confira abaixo a variação de preço anunciada pela Asus.


Parceria entre Facebook e governo é ilegal




A parceria do governo brasileiro com o Facebook contraria a garantia de neutralidade e direitos do consumidor. De acordo com a Associação de Consumidores Proteste, o acordo, que prevê o acesso à internet restrito a determinados aplicativos e conteúdos fere a liberdade de escolha e a proibição de venda casada.

Para a associação, o objetivo real da parceria é fisgar usuários para a plataforma e para as empresas parceiras que atuam na camada de infraestrutura, e não levar internet à população de baixa renda.
"O Facebook não explica durante quanto tempo os beneficiários poderão manter o acesso gratuito e nem quais os critérios serão utilizados para definir as áreas de implantação do projeto", explica Flávia Lefèvre Guimarães, conselheira da Proteste e membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil.

De acordo com a conselheira, ao se autodenominar de Internet.org, o projeto está violando o direito à informação e caracterizando-se como publicidade enganosa por não se tratar de acesso à internet, por utilizar o .org, que indica fins não comerciais ou lucrativos e por ser "uma estratégia para apropriação do novo meio de produção que é a internet". Em maio deste ano a Proteste e outras 33 entidades entregaram uma carta à Dilma Rousseff com críticas ao projeto.17

Xiaomi não trouxe seus tops de linha para o Brasil





A Xiaomi finalmente se abriu ao público brasileiro nesta terça-feira, 30. A surpresa ficou pela ausência da chegada de um top de linha. A chinesa apostou no Redmi 2, um intermediário oferecido a R$ 550 (ou R$ 500 à vista) e deixou outros modelos de alto desempenho como o Mi Note Pro e o Mi 4 de fora. Por quê?

Hugo Barra, brasileiro ex- Google que comanda as operações internacionais da Xiaomi explica que, ao menos inicialmente, a empresa gostaria de atender à demanda de um público mais abrangente, que não tem dinheiro para gastar em um super smartphone, ou simplesmente não acha que pagar mais de R$ 1 mil (ou mais de R$ 2 mil) valha a pena.

Contudo, o executivo conta que a empresa seria capaz de “fazer estrago” no mercado em qualquer categoria, mesmo se fosse para competir com aparelhos como Galaxy S6, iPhone 6, LG G4, entre outros.

“Qualquer celular que a gente trouxesse chegaria ‘rompendo’ o mercado com foco em qualidade e preço justo”, conta ele. Mas ele faz a ressalva de que um smartphone top de linha, mesmo sendo mais barato que a média, ainda é caro para o padrão nacional.

Quando chegam os outros?

Se não chegaram agora, quando vêm os outros modelos da empresa? Hugo Barra preferiu não revelar. Segundo ele, a Xiaomi é uma empresa muito focada, o que significa que ela costuma restringir sua linha de produtos a alguns poucos modelos que recebem atenção especial. Isso é acentuado no Brasil, onde a empresa ainda tem pouquíssimos funcionários.

Nos meses antes de seu lançamento, havia a expectativa de que o primeiro smartphone que a Xiaomi traria ao Brasil seria o Redmi Note 4G, um phablet intermediário que chegou a ser homologado pela Anatel. Tudo não passou de um despiste, afirma Hugo Barra.

O diretor da chinesa revelou em coletiva que a estratégia levava em consideração o fato de que a homologação da Anatel é pública. Por isso, qualquer um poderia descobrir o que a empresa planejava. Foi então que a empresa teria decidido homologar um aparelho que não seria lançado, disse o executivo.

Nova brecha de segurança atinge 94% dos aparelhos com Android



A maioria dos aparelhos que rodam Android atualmente conta com uma brecha de segurança descoberta pela Trend Micro. As versões afetadas pelo problema vão da Ice Cream Sandwich (4) à Lollipop (5), ou seja, 94,1% dos dispositivos com o sistema do Google estão vulneráveis.

Graças à falha, um aplicativo malicioso é capaz de introduzir um arquivo ELF (Executable and Linkable Format) e expor o conteúdo da memória do aparelho. Essa informação poderia ser usada para ataques de negação de serviço (DDoS) ou até para ajudar a furar a ASLR (Address Space Layout Randomization) por meio da execução de um código arbitrário.

A Trend Micro garante que a vulnerabilidade não pode ser usada sozinha para a execução de um código, mas as informações vazadas podem ser combinadas com outras falhas para este propósito.

Sem contar as versões mais antigas do Android, como Froyo (2.2) e Gingerbread (2.3), apenas a M, que ainda nem foi liberada, está livre do problema.





Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Apple Music chega amanhã ao Brasil




Os brasileiros terão acesso ao novo serviço de streaming de músicas da Apple a partir desta terça-feira, 30. Junto com o aplicativo do Apple Music, o iOS ganhará uma atualização (8.4), que deve ser disponibilizada a partir do meio-dia.

Outra novidade é a primeira transmissão do programa de rádio Beats 1, que será comandado pelo DJ Zane Lowe, que entrevistará o rapper Eminem. Outros nomes como Pharrell Williams, Elton John e Drake devem marcar presença durante a semana de estreia do app.

O Apple Music será gratuito nos três primeiros meses e, após esse período, cobrará uma mensalidade. Especula-se que o serviço custará US$ 4,99 no Brasil, metade do preço pelo qual é oferecido nos EUA.



Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

LG G4



 


Confira a opinião da PROTESTE sobre o lançamento do smartphone LG G4 e avalie se vale a pena investir cerca de R$ 3 mil para usufruir das melhorias apresentadas pela marca.

O principal destaque do smartphone LG G4 é sua câmera, com 16 MP e que captura as imagens com 80% a mais de brilho, devido à abertura f 1.8. Além disso, os apaixonados por fotografia também poderão se interessar por estas configurações:

Laser Cam F1.8 de 16 MP, que captura retratos com 80% a mais de brilho, nitidez e iluminação;
Autofoco laser 0.276, levando 0,6 segundos para disparar;
Flash dual-tone, que traz mais fidelidade às cores e menos reflexos;
Modo manual, dando maior flexibilidade ao usuário e a possibilidade de fotos serem salvas em formato RAW, além de estabilizador óptico OIS 2.0.
Câmera frontal de 8 MP e recurso QuickSelfie (reconhece gestos para fazer os disparos).

Outro ponto interessante, e que mostra a preocupação da LG em atender às necessidades e experiências de seus usuários, é o (muito) bem-vindo retorno da bateria removível.

Versão em couro só disponibilizada em uma cor no Brasil

O design sofreu poucas alterações em relação ao de seu antecessor, o G4, conhecido por sua leve curvatura, que facilita a pegada e o manuseio do aparelho. Agora, a parte traseira é revestida de couro, que promete tornar o telefone mais duradouro, sem, com isso, influenciar em sua espessura.

Mas também há versões com a parte traseira feita de plástico. Esses dois modelos, de plástico e de couro, estão disponíveis em várias cores. Entretanto, o de couro só será lançado no Brasil na cor marrom.

Tela aprimorada ganha mais brilho, contraste e cores

Graças à tecnologia Quantum IPS e à resolução Quad HD de 2560 X 1440, a tela de 5,5 polegadas proporciona uma resolução aprimorada.

Tal combinação permite que a tela tenha um brilho 25% superior, um contraste 50% mais eficiente e uma paleta de cores 56% mais ampla que a de seus antecessores.

E segundo informações da LG, a tecnologia Quantum reduz o gasto de bateria - tanto que a empresa garante que o aparelho sobrevive um dia inteiro sem precisar ser carregado.

Entrada de memória permite até 2TB de armazenamento extra

Já o sistema operacional Android 5.1 (Lolipop) Snapdragon 808 permite gravações de vídeos em 4K e um desempenho gráfico 20% mais veloz.

O smartphone conta com 3 GB de RAM e um modelo com 32 GB de memória interna, sem falar da entrada para micro SD com até 2TB.

Assim, não faltará espaço para armazenar muitos mp3 ou até filmes e seriados. O único porém é o seu preço que reflete todas as melhorias apresentadas: cerca de R$ 3 mil.





 Proteste 

sexta-feira, junho 26, 2015

Anatel lança aplicativo para envio de reclamações sobre operadoras

'Anatel Consumidor' pode ser usado nos sistemas Android, iOS e Windows.
Empresas têm cinco dias úteis para dar uma resposta ao problema.

click para baixar pela google play: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.mais2x.anatelsm



A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou nesta sexta-feira (26) um aplicativo para tablets e smartphones que vai permitir o registro e consultas de reclamações sobre serviços de telefonia, internet e TV por assinatura.

O 'Anatel Consumidor', já disponível para download de forma gratuita, pode ser usado nos sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone. Antes, o procedimento era feito via call center ou pelo Fale Conosco, no site da agência.

Por meio do aplicativo, é possível registrar, por exemplo, reclamações referentes a problemas de cobrança indevida e a qualidade dos serviços prestados, bem como ter acesso a informações sobre diretos do consumidor.

Segundo o presidente da Anatel, João Batista Rezende, a intenção é facilitar a comunicação com o usuário e agilizar a solução dos problemas das operadoras, já que o volume de reclamações aumenta a taxas maiores que o crescimento do mercado. Só no ano passado, as reclamações somaram 2,8 milhões de registros contra as prestadoras.

"É mais um instrumento simplificado para que o usuário consiga ter acesso a direitos dele e consiga protocolar uma solicitação que ele não conseguiu resolver com a operadora", explicou.
"O consumidor agora redige no momento em que quer e da forma que quer o seu pedido de consulta", completou o conselheiro da Anatel Rodrigo Zerbone.

Antes de recorrer à novidade, é necessário ter feito a queixa à operadora. Após baixar o aplicativo, é preciso fazer um cadastro para, então, registrar a reclamação que não foi resolvida pela empresa.

O usuário também tem que informar o protocolo do atendimento da operadora. Finalizado o registro via aplicativo, a reclamação é enviada automaticamente às empresas, que têm prazo de cinco dias úteis para dar uma resposta. Se o problema não for resolvido, a informação passa a fazer parte do índice de desempenho das operadoras, cujo ranking está disponível no site da Anatel.

Redução de custos
Com o aplicativo, a agência espera também reduzir os gastos com o serviço de call center da agência, que possui cerca de 700 funcionários e gera uma despesa mensal de até R$ 3 milhões.

O presidente não estimou, no entanto, em quanto deverá ficar a economia. Hoje, 65% dos usuários utilizam o call center e 35% fazem as solicitações via internet, na página da agência. No médio e longo prazo, a ideia é fazer com que todas as solicitações migrem para a internet.




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

quarta-feira, junho 24, 2015

Ideacentre Stick 300, o PC em formato de pendrive da Lenovo

A Lenovo promete lançar nas próximas semanas um PC que pode ser transportado no seu bolso. Trata-se do Ideacentre Stick 300. O dispositivo tem formato de dongle (ou pendrive, se você preferir) e pode ser conectado a uma TV ou monitor via porta HDMI.



Essa é uma ideia que vem ganhando força aos poucos. No início do ano, a Intel anunciou um dispositivo semelhante, o Compute Stick. Em março, foi a vez da Asus revelar a sua proposta para o segmento: o Chromebit, que roda Chrome OS, como o nome sugere. Há ainda várias alternativas “xing-ling”…

O Ideacentre Stick 300 roda Windows 8.1 e, de acordo com a Lenovo, terá upgrade para o Windows 10 quando este for lançado. Para dar conta da plataforma, o dispositivo terá processador Intel Atom Z3735F (Bay Trail), até 2 GB de RAM e até 32 GB para armazenamento de dados expansíveis com microSD.

Além do HDMI, a conectividade é garantida com porta micro-USB 2.0 (usada principalmente para alimentação elétrica), Wi-Fi 802.11n e Bluetooth 4.0 — você precisa conectar teclado e mouse de alguma forma.



É verdade que a configuração não é lá essas coisas, mas estamos falando de um computador extremamente compacto que pode ter utilidade, por exemplo, para quem realiza palestras com frequência: basta conectar o Ideacentre Stick 300 à TV ou projetor e abrir a apresentação. A propósito, o dispositivo também vem com uma assinatura de três meses do Office 365.

As vendas da Ideacentre Stick 300 começam em julho, nos Estados Unidos. O dispositivo custará a partir de US$ 129. Para variar, não há informação sobre disponibilidade no Brasil.

obs: no meu modo de ver alguem já parou pra pensar se os processadores das tvs e monitores vão suportar tal tecnologia?

terça-feira, junho 23, 2015

Acer anuncia Iconia W3, um tablet pequeno com Windows 8


A Acer anunciou o Iconia W3, um tablet com Windows 8 que possui tela de 8,1 polegadas. Antes dele, os tablets com o sistema operacional da Microsoft estavam restritos às telas acima de 10 polegadas. A Acer também apresentou uma nova versão do ultrabook Aspire S7 e um poderoso notebook Aspire S3 com GPU dedicada da Nvidia.


Iconia W3



O Acer Iconia W3 tem tela de 8,1 polegadas com resolução de 1280×800 pixels. Ele possui processador dual-core Intel Atom Z2760 de 1,8 GHz, então não roda Windows RT, mas sim o Windows 8 completo – o que não significa, claro, que você vai conseguir executar softwares pesados na área de trabalho clássica de maneira satisfatória.

Há modelos com 32 GB ou 64 GB de armazenamento interno, com entrada para cartão microSD, além de câmeras frontal e traseira de 2 megapixels e conexão Wi-Fi. A bateria dura até oito horas. Nas laterais, há portas microHDMI e microUSB. Ele é bem pesadinho para um tablet de 8,1 polegadas, com 500 gramas, e tem 11,4 mm de espessura.

O pequeno tablet com Windows 8 vai custar a partir de US$ 379 lá fora e vem com uma licença do Office. Ele suporta um teclado externo, de 80 dólares, que é bem mais largo que o próprio tablet e deixa o visual estranho.

Iconia B1 será seu tablet Acer de 99,00 dolares

Acer planeja lançar tablet de 99 dólares
Iconia B1 será voltado para países emergentes, segundo Wall Street Journal


A briga de preços no mercado de tablets continua. Em 2011, a Amazon revelou o especulado Kindle Fire por apenas US$ 199. Em junho deste ano, o Google lançou o elogiado Nexus 7 pelo mesmo preço, o que fez a Amazon começar a vender o Kindle Fire mais básico por US$ 159. Até onde isso vai parar? Segundo o Wall Street Journal, a Acer será a próxima a lançar um tablet de baixo custo: o Iconia B1 custará apenas 99 dólares.



O Wall Street Journal confirmou um rumor que apareceu num fórum sérvio na semana passada. O tópico diz que o Iconia B1 terá processador dual-core de 1,2 GHz da Mediatek, 512 MB de RAM, 8 GB de armazenamento interno, slot para cartão microSD de até 32 GB e Android 4.1.2 Jelly Bean. A tela de 7 polegadas seria capacitiva, com multitouch de 5 pontos e resolução de 1024×600 pixels.


Este pode ser o Iconia B1, tablet de baixo custo da Acer que já passou pelo FCC

99 dólares não é o menor preço praticado até agora: em novembro, a Datawind lançou o Aakash 2, um tablet para fins educacionais que custa apenas US$ 21 com subsídios do governo indiano ou US$ 64 para consumidores finais. Mas o tablet da Acer é importante porque estamos falando de uma fabricante enorme, que inclusive pode trazer o Iconia B1 para o Brasil — embora ela tenha uma participação bem tímida no mercado de tablets por aqui.

Citando fontes envolvidas com o projeto, o Wall Street Journal diz que a Acer pretende anunciar o Iconia B1 “voltado para mercados emergentes” no início de 2013, acrescentando ainda que “a empresa está planejando lançar um tablet de baixo custo com Windows 8 e processador Intel no início do ano que vem”. A concorrente Asus negou ao jornal que estaria desenvolvendo um tablet de US$ 100, então parece que um Nexus 7 muito mais barato não chegará tão cedo.

Então vem a pergunta: será que é possível fazer um tablet decente com apenas US$ 99? Amazon e Google lançaram tablets por apenas US$ 159 e US$ 199, mas eles possuem uma boa loja de conteúdo e acabam lucrando não com a venda do hardware, mas com as vendas de filmes, músicas, livros e aplicativos. A Acer não tem uma loja de conteúdo à altura. Baixo custo também não garante boas vendas: o Nexus 7 não fez sucesso apenas pelo seu preço; os reviews também elogiam o desempenho e o acabamento do tablet fabricado pela Asus.

segunda-feira, junho 22, 2015

Pipa Combate: veja como baixar e jogar o game no PC

Pipa Combate é um game que simula disputas aéreas entre pipas, disponível para Android. Porém, os usuários podem ainda jogá-lo no PC. Para isso, você precisa fazer o download do programa BlueStacks no seu computador. Neste tutorial, veja como baixar e jogar o título no computador.

Pipa Combate: veja como baixar e jogar o game no PC

Passo 1. Baixe e instale o BlueStacks no computador. Quando a instalação terminar, o programa abrirá sozinho. Espere até ele terminar o download dos arquivos;

Coloque seu e-mail e senha do Google para usar o BlueStacks

Passo 2. Com o programa aberto, clique na aba “Procurar”. Digite “Pipa Combate” e aperte Enter para buscar o jogo no Google Play;


Passo 3. Em seguida, o programa pedirá para que você entre com sua conta do Google. Caso você não tenha uma, entre no site do Google e crie um novo e-mail. Use os dados de login e senha no BlueStacks para acessar a loja;

Baixe o Pipa Combate através do BlueStacks

Passo 4. Na página do game, clique em “Instalar” e depois em “Aceitar” para começar a baixar. Quando o download terminar, é só clicar em “Abrir” e se divertir!
O Pipa Combate e outros aplicativos do Google Play ficarão disponíveis no menu principal do BlueStacks. Os comandos são os mesmos dos smartphones Android.

Netflix porno chegou ao mundo movel


Watch Porn Movies Instantly

Skip the downloads! Watch the best porn movies instantly in HD for free!
Download Beta 3.8.3
For Windows XP and above


Porn Time streams movies from torrents

Downloading copyrighted material may be illegal in your country. Use at your own risk.

Great movies

Porn Time is constantly searching all over the web for the best torrents from the most important sites.
No restrictions

Watch any movie as many times as you want. All you need to get started with Porn Time is a proper internet connection.
Awesome catalogue

If the movie is out there, Porn Time will find the best version possible and start streaming it right away.

The best quality

Watch your movie instantly on Porn Time in HD and with subtitles. And then keep watching.


Best of all... it's free!
Download Beta 3.8.3 For Windows XP and above

Hard to believe?
See how easy it works...
Download and install Porn Time
Select a movie
Click play & enjoy!

A whole new way to watch porn movies

Just take care of the... You know... & leave the rest to us.
Download Beta 3.8.3
For Windows XP and above Download Beta 3.8.3
For Mac OSX 10.7 and above
Download Beta 3.8
For 32-bit Linux Download Beta 3.8
For 64-bit Linux
Download Beta 2.1
For Android 4.0.3 and above IOS version
For iPhones and iPads
Porn Time

Made with ❤ by a bunch of geeks from All Around The World
Contact us: porntime.team@gmail.com - Android - Forum - Blog


http://porntime.ws/

MX Player: baixe legendas e personalize para assistir seus filmes pelo Android

O aplicativo MX Player permite que os usuários baixem e personalizem as legendas para ver seus filmes e demais vídeos pelo Android. Dessa forma, é possível alterar a cor, borda, estilo de texto e mais para deixar a visualização mais divertida. O recurso funciona em português e de forma gratuita. Quer saber como usar? Então confira este tutorial.


Passo 1. Baixe e instale o MX Player no seu Android. Na tela inicial selecione a pasta na qual está salva o vídeo. Em seguida toque nele para abrir;

Abra o vídeo pelo MX Player no Android
Passo 2. Primeiro será necessário baixar a legenda pelo player. Para isso, toque no ícone de menu do topo e selecione “Legenda”. Em seguida, marque “Obter legendas online” e selecione “Pesquisar”;


Inicie a busca pela legenda do vídeo

Passo 3. É possível buscar pelo nome do vídeo já salvo no arquivo ou fazer uma busca personalizada. Para isso marque a opção “Introduza seu texto para a pesquisa”, digite o título e toque em “Ok”. Será exibida uma lista de legendas. Selecione a caixa de texto e faça o download em “Baixar”;

Busque pelo título especifico e baixe a legenda

Passo 4. A legenda será carregada automaticamente no seu vídeo. Para personalizar, toque no ícone de menu do topo, selecione “Legenda” e depois “Configurações”;

Acessando as configurações da legenda baixada

Passo 5. Na aba texto, é possível mudar a cor da legenda e adicionar borda colorida. Toque em cada opção, selecione a tonalidade no gráfico e complete em “Ok”. Se preferir adicione “Sombra”, marcando a caixa de texto ao lado. Selecione um dos estilos de fonte ou aplique um salvo no celular;

Personalize as cores e sombras da legenda

Passo 6. Em “Layout” selecione a altura da legenda no vídeo e se preferir aplique uma faixa com cor de fundo. E sua legenda ficará personalizada com reprodução direta no vídeo.

Se preferir altere o layout com altura no vídeo e cor de fundo

sexta-feira, junho 19, 2015

Teles pressionam governo contra aumento de taxas


18/06/2015

Telefonia Para setor,se Fistel subir 189%, emprego, preço ao consumidor e receitas ficarão em xeque.

Diante dasinformações de que o governo planeja aumentar em 189% o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), líderes das operadoras do setor reuniram se ontem em Brasília com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, e o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, João Rezende. Se o governo não recuar, as teles poderão recorrer à Justiça, pois entendem a não aplicação dos valores arrecadados em benefício do setor como confisco, quebra das regras e necessidade de se rever o modelo do negócio.

Os executivos afirmaram que as medidas em estudo pelo governo poderão devastar o setor, provocando aumento de tarifas aos consumidores, demissões nas operadoras e eliminação de 40 milhões de clientes de baixo poder aquisitivo, que usam serviços básicos e de menor valor. O estudo relativo à desconexão desses clientes, por não poderem pagar por um serviço mais caro,foifeito pela própria Anatel,segundo o setor.

Embora rivais, os executivos uniram-se em tomo do interesse em comum para pressionar o governo. Estiveram no encontro o presidente da Telefônica Vivo, Amos Genish; da Oi, Bayard Gontijo; da Embratel,José Formoso (representando aClaro, do mesmo grupo América Móvil); da Algar, Sebastião Divino de Souza; além dos representantes da TIM, Franco Betone, presidente do conselho de administração, e Mario Girasole, vice-presidente. Pelo setor, participou Eduardo Levy, presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil ).

Um dos principais argumentos do setor contra o aumento é que foram arrecadados mais de R$ 84 bilhões para os fundos setoriais de telecomunicações desde2001 até o primeirotrimestre de2015.Do total, só 7% foram aplicados no setor. Esses fundos incluem, além do Fistel, o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) e o Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel).

Se houver aumento dessas taxas, serão várias as ameaças econômicas, revela o estudo. O lucro das empresas deR$ 4,03 bilhões em 2014 seria revertido em prejuízo de R$ 1,5 bilhão, por exemplo.

Com isso, os preços médios de todos os serviçossubiriam acima de 20% e haveria redução no uso pelos clientes, o que levaria á queda nas arrecadações.

Um aumento de 189% na taxa do Fistel por ano pode implicar na elevação da taxa de instalação de R$ 26,83 para R$ 77,54, e da taxa de funcionamento de RS 13,42 para R$ 38,77. Por esse raciocínio, o total de arrecadação passaria deR$ 3 bilhões para R$ 8 bilhões anuais. Já o custo das empresas aumentaria em R$ 5,5 bilhões, diz EduardoLevy, presidentedo Sin diTelebrasil.

Analistas do Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch e UBS, entre outros, consideraram improvável o aumento da taxa, pelos danos potenciais às empresas, à arrecadação e aos consumidores. Relatório do J.P.Morganmostra que a receita média por usuário (Arpu, na sigla em inglês) em telecomunicações no Brasil caiu de quase R$ 60, em 1999, para pouco menos de R$ 20, em 2014. Nesse período, a participação do Fistel na Arpu passou de 2% para quase 6%.

"Mostramos ao governo que não tem sentido continuar investindo no Brasil com as taxas que temos, muito menos se tiver aumento. O equilíbrio das empresas é precário", disse Eduardo Levy. O próximo passo é apresentar o estudo aos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa. As audiências já foram solicitadas pelas teles.

Procurado pelo Valor, o Ministério das Comunicações respondeu, por nota, que "recebeu com atenção as demandas da empresas e garante que aslevará para as conversas que ainda ocorrerão internamente sobre o tema". E acrescentou: "Reiteramos que não há qualquer decisão do governo sobre alterações no Fistel, por isso esperamos atingir consensos entre as partes em torno do assunto."

A Anatel não respondeu ao pedido de entrevista.

quinta-feira, junho 18, 2015

Microsoft Lumia 940 XL vem ai




Na última semana, diversos rumores ganharam força sobre o lançamento de novos smartphones topo de linha da Microsoft. Apesar da companhia ter lançado recentemente no mercado vários dispositivos, nenhum deles pode ser classificado nesta categoria, tendo o último lançamento do tipo ocorrido há cerca de um ano, quando o Nokia Lumia 930 chegou ao mercado.

No entanto, agora os rumores apontam que a Microsoft está próxima de lançar o Lumia 940 XL. Ainda que o nome do aparelho não esteja confirmado, já existem muitas informações sobre suas especificações.

O Lumia 940 XL deverá apresentar uma tela QHD de 5,7 polegadas, processador Snapdragon 810 octa-core, 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento, câmera traseira com 20 MP PureView, câmera frontal de 5 MP, slot microSD, bateria de 3.300mAh e acabamento metálico.





Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Windows 10 Usuários poderão atualizar gratuitamente dia 29 de julho



A Microsoft finalmente anunciou uma data para o lançamento da primeira versão estável do Windows 10 para desktops de tablets maiores do que oito polegadas. O sistema estará disponível por meio de uma atualização liberada no Windows Update a partir do próximo dia 29 de julho, podendo ser adquirido gratuitamente por usuários das edições 7 e 8.1 da plataforma.

Para os mais esquecidos, já é possível reservar a atualização em seu dispositivo por meio de um pequeno ícone que está sendo exibido em sua barra de ferramentas do sistema, no canto inferior direito, cadastrando o seu endereço de e-mail para que uma notificação seja encaminhada quando o fatídico dia chegar.

Ao clicar sobre ele, será aberta uma janela com algumas informações sobre a nova versão do Windows, onde é possível vermos a nova suíte Office, o famoso menu iniciar, o navegador Edge e a loja de aplicativos, sendo dito que o sistema estará mais rápido e completo do que nunca.

Caso uma janela falando sobre o update não seja suficiente para convencê-lo, o próprio Joe Belfiore utilizou o Twitter para informar aos usuários sobre a novidade, dizendo que "29 de julho é a data", e que o sistema será "disponibilizado para todos", fazendo assim menção à possibilidade de atualizar para a nova versão sem precisar pagar nada caso possua alguma das edições citadas anteriormente. Isso, porém, não significa que usuários de alguma versão pirata do sistema receberão uma licença válida, como informado pela própria Microsoft.


Vale notar que é possível realizar agora mesmo o download da compilação 10122 do Windows 10 Insider Preview, porém isto é recomendado apenas para usuários mais avançados, já que se trata de uma versão ainda instável do sistema, podendo conter alguns bugs que danificarão seus dados. Para os decidirem seguir por este caminho, uma atualização para a primeira build estável estará disponível da mesma forma no dia 29 de julho, não havendo qualquer motivo para preocupação quanto a isto.

Além disso, devemos lembrar que um backup é essencial para quem quiser instalar a edição de testes do sistema, pois isto evitará a perda de informações importantes caso algum problema mais sério seja presenciado pelo usuário. Por último, devemos destacar que o TudoCelular.com não se responsabiliza por qualquer dano que possa ocorrer, pois o procedimento deve ser realizado por sua própria conta e risco.




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Asus acredita que chegará ao "top 10" das maiores fabricantes de smartphones ainda este ano





A Asus anunciou alguns novos aparelhos hoje (01/06) durante a feira Computex, sendo um smartphone voltado para selfies chamado sugestivamente de Zenfone Selfie, dois tablets para a sua linha ZenPad e ainda o ZenWatch 2, seu mais novo smartwatch.

Devido a isto, a companhia taiwandesa projeta uma melhora significativa em suas vendas com relação ao que foi visto durante o ano de 2014, acreditando que conseguirá figurar entre as dez maiores fabricantes de smartphones do mundo ainda em 2015. Vale notar que a empresa teve um número de vendas realmente interessante no último ano, principalmente graças ao sucesso do ZenFone 5 em países emergentes como Brasil e China, o que significa que ela crê em algo ainda maior por parte do ZenFone 2 e de seus outros lançamentos.

Colocando em miúdos, o atual CEO da Asus, Jonney Shih, afirmou que a empresa planeja vender cerca de 25 milhões de smartphones durante este ano, o que é um crescimento superior a três vezes se considerarmos que a companhia vendeu 8 milhões em 2014. Podem não parecer números satisfatórios se compararmos com os 318 milhões de dispositivos da Samsung ou com os 193 milhões da Apple no mesmo período de acordo com o IDC, porém isto já colocaria a taiwandesa com algo mais próximo dos 60 milhões conseguidos pela LG, que ocupou o quinto lugar no ranking.

Obviamente que os valores são apenas baseados na previsão realizada pela própria companhia, porém existem inúmeros cálculos envolvidos que tentam colocá-los o mais próximo possível da realidade. Entretanto, é possível que os números sejam ajustados de acordo com a aceitação do público em relação aos dispositivos, o que depende de vários fatores como preço, qualidade e concorrentes diretos.





A Asus anunciou hoje o ZenFone Selfie, que promete tirar ótimas fotos com sua câmera frontal

Ainda não há qualquer prazo para a chegada dos novos smartphones anunciados pela Asus em 2015 ao Brasil, restando aguardarmos que a filial da companhia em nosso país disponibilize algum comunicado sobre o assunto para sabermos quando e por quanto os usuários brasileiros poderão adquirir os aparelhos. Esta disponibilidade certamente é de suma importância para a fabricante, já que o Brasil foi um dos grandes responsáveis pelo seu crescimento no ramo em 2014, sendo um dos maiores consumidores de smartphones do mundo.




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

ZenFone Selfie

O ZenFone Selfie oferece tela IPS de 5,5 polegadas e resolução de 1920×1080 pixels (403 ppi), processador octa-core Snapdragon 615, 2 GB ou 4 GB de RAM, 16 GB, 32 GB ou 64 GB para armazenamento interno de dados (expansíveis com microSD), câmera traseira de 13 megapixels com foco a laser e abertura f/2,0, 4G e bateria de 3.000 mAh. O sistema operacional é o Android 5.0 Lollipop.



Como se vê, a novidade tem várias semelhanças com o ZenFone 2, inclusive no desenho externo. O principal atributo do ZenFone Selfie fica mesmo, portanto, para a câmera frontal, como o próprio nome destaca.

Além de 13 megapixels (mesma quantidade da câmera traseira, repare), o componente possui abertura f/2,2, lente com ângulo de 88 graus (se a galera da selfie for muito grande, dá também para fazer panorâmicas de até de 140 graus) e flash LED em duas tonalidades.



É possível acionar o modo de selfie rapidamente. Basta desenhar um "S" na tela.




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

ZenPad


A Asus está renovando a sua linha de tablets com quatro modelos. Os que mais chamam atenção são as opções com tela de 8 polegadas, mais precisamente, os dispositivos ZenPad S 8.0 e ZenPad 8.0.

O ZenPad S 8.0 é o mais sofisticado. O modelo oferece tela IPS com resolução de 2048×1536 pixels e processador quad-core Intel Atom Z3580 de 2,3 GHz. Nas demais especificações há:
4 GB de RAM;
GPU PowerVR G6430;
16 GB ou 32 GB para armazenamento interno de dados;
Câmera traseira de 8 megapixels;
Câmera frontal de 5 megapixels;
Porta USB tipo C;
Android 5.0 Lollipop.




ZenPad S 8.0

O tablet também se destaca pela "finura": o ZenPad S 8.0 tem apenas 6,6 mm de espessura.

Já o ZenPad 8.0 possui uma tela IPS mais simples, com resolução de 1280×800 pixels, e a seguinte configuração:
Processador Intel Atom x3 de 1,2 GHz;
1 GB ou 2 GB de RAM;
GPU Mali 450 MP4;
8 GB ou 16 para armazenamento interno;
Câmera traseira de 5 megapixels;
Câmera frontal de 2 megapixels;
Android 5.0 Lollipop.




ZenPad 8.0

Curiosamente, o ZenPad 8.0 virá com opção de 4G. O ZenPad S 8.0 só deve ser disponibilizado com Wi-Fi.

Na apresentação dos tablets, o chairman da Asus Jonney Shih afirmou que a companhia quer redefinir o segmento. Os novos modelos têm recursos interessantes e várias opções de acessórios, mas deixam a impressão de que não é para tanto.





Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

ZenWatch 2


É verdade que smartwatches ainda não "pegaram", mas não dá para negar que a indústria vem tentando. A nova investida da Asus nesse mercado é o ZenWatch 2, que tem caixa com duas opções de tamanho: 45 mm (compatível com pulseiras de 18 mm) e 49 mm (com pulseiras de 22 mm).



O corpo é feito de ano inoxidável e conta com três opções de cores: prata, cinza chumbo e "ouro rosé". O design em si não mudou muito em relação ao primeiro modelo. Talvez a maior diferença fique para a inclusão da coroa – o botão na lateral direita.

A tela continua sendo do tipo AMOLED e tendo proteção Gorilla Glass 3, além de uma leve curvatura nas bordas.

No mais, o relógio vem com Android Wear, proteção contra água ou poeira (certificação IP67) e processador Qualcomm. O modelo do chip não foi revelado. Essa e outras informações devem ser liberadas em uma data próxima ao lançamento.
Disponibilidade

Segundo a Asus, os dispositivos apresentados na Computex devem ser lançados no próximo trimestre, mas ainda não há datas definidas, tampouco preços. A companhia também não informou quais dessas novidades chegarão ao Brasil, mas são boas as chances de pelo menos o ZenFone Selfie aparecer por aqui



Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Asus libera Android 5.0 Lollipop para Zenfones 5 e 6



Além de revelar novos smartphones e tablets durante a Computex, em Taiwan, a Asus lançou nesta segunda-feira (1º) a atualização para o Android 5.0 Lollipop para o Zenfone 5 e Zenfone 6, os dois smartphones da empresa vendidos no Brasil. A nova versão traz um design renovado, novo modo de gerenciamento de bateria, mudanças na central de notificações, suporte a múltiplas contas e outras funcionalidades.

Para fazer a atualização, é necessário baixar um arquivo *.zip de 700 MB na página da Asus e copiá-lo para a raiz do cartão de memória; o processo não funciona com o arquivo salvo na memória interna do smartphone. Depois, basta reiniciar o aparelho com o microSD inserido e tocar na notificação que aparecerá no topo da tela.


Estes são os links de download da atualização: Zenfone 5 e Zenfone 6. Selecione a opção Android, clique em Firmware e baixe o arquivo referente à versão WW_3.23.40.52. Na mesma página, há pacotes de downgrade do Lollipop para o KitKat, então preste atenção na hora de fazer o download.

Antes de aplicar a atualização, você precisa ter no mínimo a versão 2.22.40.53 (no Zenfone 5) ou 2.22.40.44 (no Zenfone 6) instalada no aparelho. Para verificar qual é a versão atual do seu smartphone, entre em Configurações e toque em Atualização do sistema. Se você estiver com uma versão antiga, atualize o Android antes de aplicar o pacote do Lollipop.

Como o processo é um pouco trabalhoso e exige um cartão microSD, nem todos conseguirão aproveitar o Lollipop por enquanto. A Asus prometeu que a atualização over the air, para download no próprio aparelho, será liberada "em breve".




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Três apps gratuitos para acessar mapas offline no smartphone




Durante uma conferência para desenvolvedores, o Google anunciou que o Google Maps terá suporte para navegação offline. O recurso é importante no Brasil, onde o acesso à internet móvel é limitado e caro. No entanto, a novidade demorará alguns meses para chegar e não sabemos se ela estará disponível no país — até porque o Google Maps já oferece um recurso de cache offline de mapas, mas que não funciona no Brasil.

Felizmente, o Google Maps não será a única solução para quem precisa de um aplicativo de mapas e não quer depender da rede da operadora para se localizar. Logo abaixo, você encontra três ótimas opções gratuitas para o seu smartphone — e que já estão funcionando!
HERE Maps



Desenvolvido pela Nokia, o HERE Maps ganhou recentemente versões para Android e iPhone. É possível baixar gratuitamente mapas de países dos cinco continentes para a memória do smartphone, então ele poderá ser útil até mesmo quando você estiver viajando e não quiser pagar tarifas de roaming internacional ou comprar um chip da operadora local.

O mapa brasileiro tem 1.050 MB, mas é possível salvar regiões específicas, como Sudeste (420,6 MB), Sul (221,5 MB) e Nordeste (236,9 MB). O mapeamento é feito pela própria Nokia, que em 2007 comprou a Navteq, uma das maiores fornecedoras de mapas do mundo. Nós já embarcamos num carro do HERE e fomos conhecer de perto o trabalho dos analistas de campo.

O HERE Maps é meu aplicativo preferido de mapas. Ele substituiu completamente o Google Maps no meu iPhone, por também oferecer o recurso de rotas por transporte público e possuir um banco de pontos de interesse bastante completo.
Quem fornece os mapas? HERE.
Como se mantém gratuito? O HERE licencia seus mapas para outras empresas, como Garmin e BMW, e detém a primeira posição no mercado de mapas para a indústria automotiva. Ele foi responsável por 7% da receita da Nokia no último trimestre de 2014.
Disponibilidade: Android, iOS, Windows Phone e web.
Oi Mapas



Embora carregue a marca de uma operadora, o Oi Mapas pode ser usado gratuitamente por todos os usuários. Diferentemente do HERE Maps, que se propõe a ser um aplicativo completo de mapas, o Oi Mapas tem foco em navegação automotiva, trazendo interface e funcionalidades bem parecidas com as que encontramos nos aparelhos de GPS.

O mapa do Brasil é fornecido pela TomTom e vem junto com o aplicativo. Mapas de outros países são muito bem pagos e custam entre R$ 58 (por país) e R$ 102 (regiões inteiras, como o norte da África). O serviço de informações de trânsito, que exibe as condições do tráfego em tempo real e recalcula a rota mais rápida, também é pago, custando R$ 2,82 (mensal) e R$ 28,48 (anual).

É possível conectar suas contas do Facebook, Twitter, LinkedIn e Foursquare para personalizar a pesquisa de pontos de interesse e adicionar funções de compartilhamento. O Oi Mapas fornece prédios em 3D, alerta de excesso de velocidade e instruções por voz.
Quem fornece os mapas? TomTom.
Como se mantém gratuito? O mapa brasileiro é gratuito e possui licença vitalícia, mas mapas de outros países, bem como o serviço de trânsito, são pagos através de compras in-app.
Disponibilidade: Android e iOS.
Maps.me



O Maps.me é um aplicativo de mapas que se tornou gratuito em dezembro de 2014, após ser comprado pela empresa russa Mail.ru, que também é dona da rede social VKontakte e do esquecido messenger ICQ.

O aplicativo é rápido e possui uma tecnologia de compressão de mapas muito eficiente: a região Sul ocupa apenas 79 MB na memória do aparelho, quase um terço do espaço usado pelo HERE Maps. Os mapas são bem detalhados, mostrando restaurantes, caixas eletrônicos, postos de combustível, linhas de metrô, parques e até semáforos.

Os mapas são fornecidos pelo OpenStreetMap, um serviço colaborativo de mapas no qual todos os usuários podem contribuir. Em alguns países, o OpenStreetMap recebe dados do governo, o que facilita o trabalho de mapeamento, mas esse não é o caso do Brasil — por isso, embora a qualidade dos mapas seja boa nas grandes cidades, locais mais distantes ainda têm ruas não mapeadas ou desatualizadas.
Quem fornece os mapas? OpenStreetMap.
Como se mantém gratuito? Diferentemente de empresas como TomTom e HERE, o OpenStreetMap é um fornecedor de mapas colaborativo, que não cobra licença das fabricantes. A previsão é que o Maps.me se torne um software de código aberto ainda em 2015.
Disponibilidade: Android e iOS.
Outras opções

Para quem pode tirar o escorpião do bolso, as opções de aplicativos com suporte a mapas offline são ainda maiores: você pode comprar aplicativos da TomTom, Garmin, CoPilot, Sygic e várias outras empresas. Já para escapar dos congestionamentos, desde que você tenha uma conexão à internet ativa, não tem como deixar de recomendar o excelente Waze.

Qual você usa?




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Descoberto mais um bug no sistema de mensagens do iPhone



 
Não passou nem uma semana desde que a Apple publicou uma gambiarra que ajuda donos de iPhone a se livrarem temporariamente de um bug no sistema de mensagens que trava o aparelho. Pois já surgiu outro problema.

Desta vez, a falha é ainda mais ampla, porque pode chegar via WhatsApp, Facebook Messenger, Twitter, Snapchat e outros. Ao receber uma mensagem contendo um código específico, o telefone não consegue interpretar aquilo e é forçado a reiniciar.

O bug foi relatado pelo The Guardian, segundo o qual só são afetados usuários com o sistema de notificações via banner ativo. Assim como no caso anterior, a Apple pretende soltar uma atualização de software para corrigir este; até lá, quem for afetado pode ir ao app de fotos e usá-lo para enviar uma imagem ao contato que "quebrou" a comunicação, isso fará com que as coisas voltem ao normal.




Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Facebook lança app para smartphones menos potentes



 
O Facebook lançou hoje uma versão de seu aplicativo para Android destinada a aparelhos menos potentes.

Batizada de Facebook Lite, a novidade pesa menos de 1 MB e, segundo a empresa, "usa menos dados e funciona bem entre todas as condições de rede".

A ideia é atender quem não tem smartphones de ponta e carece de um plano potente de internet móvel. O app dá acesso a feed de notícias, publicação de posts, fotos, notificações, entre outras coisas.

O Facebook Lite começa a ser liberado ainda hoje na Ásia e, nas próximas semanas, será lançado em partes da América Latina, África e Europa.


Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Microsoft fala sobre planos de colocar Windows 10 até mesmo em carregadores


Você também pode utilizar o Running + Free conectado à sua conta do Facebook ou Twitter, além de trazer uma...





O projeto que apresenta um simples "carregador USB", na realidade, é um mini PC e pode rodar Windows 10.

Durante uma apresentação na Computex 2015, a Microsoft falou sobre a ideia de levar o Windows 10 para uma infinidade de dispositivos, que vão desde os "muito grandes" para até os menores, revelando alguns novos fatores que, de alguma forma, farão com que o seu novo sistema operacional tenha uma rápida expansão no mercado. A mesma menção feita na feira também foi publicada no blog oficial da companhia.

O Quanta Compute Plug, por exemplo, é um deses projetos criados especialmente para o Windows 10 e, realmente, é bastante convincente, uma vez que se encaixa muito bem no hardware necessário para ser somente um carregador de parede. Ele tem duas portas USB 3.0, uma porta HDMI e, até o momento, é o projeto de computador mais discreto de todos.


O novo Plug Compute da Quanta é um adaptador mini PC e tem poder para apenas ser ligado em qualquer tomada e ser conectado a uma TV para transformá-lo em um computador inteligente, que também pode ser controlado pela Cortana usando um controle remoto via Bluetooth ou um fone de ouvido.

A Microsoft citou também um computador um pouco maior que o das imagens deste artigo e que também rodará Windows 10, o Foxconn Kangaroo. A empresa afirmou que este dispositivo não possui apenas o equipamento necessário para ser conectado a uma HDTV, mas também conta com a mais recente arquitetura de baixa potência da Intel, a Cherry Trail. Ele também tem uma bateria que pode durar até 6 horas e um leitor de impressões digitais com suporte do Windows Hello.


Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

iPhone 6s terá 2 GB de RAM, Retina Display FullHD e câmera de 12 MP, revela site chinês

Ao que tudo indica, o próximo lançamento da Apple vai seguir a tradição já estabelecida pela empresa desde o iPhone 3Gs e será apenas uma atualização dos modelos atuais, iPhone 6 e iPhone 6 Plus. Os próximos modelos de smartphones da empresa deverão ser o iPhone 6s e iPhone 6s Plus, segundo informações do site chinês Weibo.



Nós já noticiamos alguns detalhes que vazaram dos aparelhos, mas desta vez apareceram novas especificações como a memoria RAM e melhorias na tela. Segundo as informações, os iPhones 6s e 6s Plus teriam um novo Display de Retina de resolução Full HD e QHD respectivamente. Sendo que já existem no mercado vários aparelhos com tais resolução, como o LG G3 por exemplo, o primeiro a trazer um display QHD.

A câmera finalmente vai ganhar alguns megapixels a mais, pulando de 8 para 12 megapixels com o sensor RGBW da Sony. Os novos aparelhos podem vir equipados com o novo processador A9 de 64 Bits, da Apple, ainda inédito, e o dobro de memória RAM, pulando para 2 GB de RAM LDDR4.

Outra novidade fica por conta de uma nova liga de alumínio super-resistente, chamada de "Série 7000″ que será usada no aparelho para evitar que ele entorte. A tecnologia Force Touch do Apple Watch, que permite identificar toques leves e toques pesados no display também estará presente. O tamanho da tela deve permanecer o mesmo nos dois aparelhos com 4,7 e 5,5 polegadas.

A Apple parece estar sempre uma geração atrás com seus aparelhos, por não entrar nessa guerra de especificações do mundo do Android, mas sempre lança aparelhos formidáveis com uma experiência de uso que encanta milhões de pessoas em todo o mundo.

Também existe o rumor de uma nova cor apelidada de ouro rosé, mas nada foi confirmado. Os iPhones 6s e 6s Plus tem previsão de lançamento para o mês de setembro.
Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.

Sony inicia distribuição do Xperia C4, a melhor selfie do momento


Resultado de imagem para Xperia C4



A Sony anunciou recentemente o Xperia C4, mais um smartphone voltado para selfies, contando até mesmo com um flash em sua câmera frontal. Até o momento, contudo, poucos detalhes sobre a disponibilidade do aparelho haviam sido revelados pela companhia nipônica, deixando os interessados cada vez mais ansiosos.

Para amenizar um pouco isto, a Sony resolveu finalmente liberar um comunicado, afirmando que a distribuição do aparelho já foi iniciada, porém que pode haver alguns dias de intervalo na sua chegada de acordo com o país. Isto basicamente significa que usuários de locais considerados "não-prioritários" para a companhia precisarão esperar um pouco mais para poder adquirir o novo smartphone de maneira oficial, porém nenhum prazo concreto para isto foi revelado, sendo dito apenas que todo o mundo deve receber o modelo até o final deste mês de junho.

Vale lembrar que o Xperia C4 conta com vários diferenciais em termos de software, fazendo assim com que o usuário possa tirar total proveito de sua câmera de 5MP localizada em sua parte frontal. Dentre as principais funções, podemos destacar a presença de HDR, algo raro de se encontrar em um módulo frontal, prometendo assim fotos "perfeitas" até mesmo em condições de baixa luminosidade.

Além disso, ele também conta com um modo automático bastante completo, que consegue compensar a maioria das adversidades que podem ser encontradas ao tirar uma selfie, como movimentos involuntários que geralmente borram as imagens. Isto, obviamente, só pode ser feito de maneira fluida graças ao ótimo hardware inserido pela Sony em seu aparelho intermediário, que promete ser uma boa opção para aqueles que desejam um dispositivo potente e voltado para autorretratos, porém sem pagar uma fortuna.


Não foram revelados detalhes sobre o preço que será cobrado pelo aparelho, já que isto irá variar de acordo com o país em que o dispositivo for vendido. Devido a isto, devemos esperar que mais informações sejam liberadas pela filial da companhia no Brasil para sabermos quando e por quanto será possível adquirir o Xperia C4 em terras tupiniquins.

Confira abaixo a ficha com as principais especificações do aparelho, e não deixe de comentar sobre o que achou deste "selfie-phone".
Tela IPS LCD de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 1920 pixels) e tecnologia Mobile BRAVIA Engine 2
Chipset MediaTek MTK6752 64-bit Octa-Core rodando a 1,7GHz
GPU Mali-T760 MP2
2GB de RAM
16GB de armazenamento interno, expansível via microSD
Câmera principal de 13MP
Câmera frontal de 5MP com lentes grande-angulares e flash LED
4G LTE (também disponível em 4G Dual-SIM)
Dimensões de 150.3 x 77.4 x 7.9 mm e 147 gramas
Disponível em preto, branco e "menta"
Bateria de 2.600mAh
Android 5.0 Lollipop



Deus Seja Louvado.
Procure Uma Igreja Evangélica.
Não Morra Sem Jesus.