Xiaomi anuncia chegada oficial ao Brasil










A Xiaomi anunciou recentemente que iniciaria a venda de seus produtos no Brasil ainda no primeiro semestre de 2015, o que tem gerado uma grande ansiedade em milhares de usuários do nosso país. Agora, a companhia deu um passo ainda maior para isso, criando uma página oficial no Facebook para divulgar novidades para seus futuros clientes no Brasil, o que indica que o início real de suas operações pode estar mais próximo do que o esperado.

Não foram liberados quaisquer detalhes sobre quando a venda de dispositivos iniciará realmente, porém a descrição disponibilizada pela empresa para a página indica que isto pode acontecer ainda este mês, o que é reforçado pelas últimas duas fotos publicadas na página, onde é possível ver o "passaporte da companhia" e uma passagem de avião para o Brasil, além do famoso mascote tirando uma soneca na aeronave e informando que está "onde o vento faz a curva".


"Somos a Xiaomi, a startup de tecnologia que mais cresce no mundo. Sabe por quê? Porque acreditamos que inovação deve ser acessível para todos. Porque oferecemos tecnologia de alta qualidade sem custar uma fortuna. Porque somos apaixonados por nossos usuários e pelo que fazemos. E porque sempre acreditamos que algo maravilhoso está prestes a acontecer."





A página criada pela companhia atende pelo nome Mi Brasil, e deverá receber muitas atualizações em breve, então não deixe de acessá-la diariamente caso esteja ansioso pela chegada de aparelhos como o Mi 4 e o Mi Note em solo nacional. Nós, obviamente, continuaremos de olho para informá-los caso qualquer informação seja disponibilizada pela gigante chinesa.

Além disso, um site em inglês está disponível como a "casa global" da Xiaomi, onde é possível visualizar todos os seus produtos nos mínimos detalhes. Provavelmente será através dele que a companhia irá comercializar seus dispositivos, já que este é um dos principais modos como ela consegue manter seus preços abaixo da concorrência.

Não sabemos se a Xiaomi irá continuar com sua política de aparelhos com especificações interessantes por um preço abaixo da média do mercado, porém o que nos resta é torcer para que o brasileiro Hugo Barra que está sendo o principal responsável pela investida da companhia no país olhe com um grande carinho para seus conterrâneos.
O Xiaomi Mi 4 ainda não está disponível nas lojas brasileiras.


Xiaomi vai fabricar seus smartphones no Brasil, afirma relatório


Na última semana divulgamos que a Xiaomi iniciará suas vendas no Brasil em 2015 e terá uma expansão mundial em breve, e agora surge uma nova informação bastante animadora para os consumidores brasileiros que esperam pela chegada dos smartphones da fabricante em nosso país.
De acordo com um relatório da Bloomberg, a Xiaomi não irá apenas trazer seus smartphones para o Brasil. A companhia chinesa, que tem o brasileiro Hugo Barra como um de seus líderes, irá produzir seus aparelhos em solo brasileiro, o que facilitará a comercialização de seus produtos no Brasil com um preço mais atraente, já que não contará com diversos impostos que deixam os gadgets mais caros.
Ainda de acordo com o relatório, a empresa que fará parceria com a Xiaomi nesse projeto é a Foxconn, uma das maiores fabricantes de aparelhos eletrônicos do mundo e que possui fábrica em nosso país.
A Xiaomi, que já vende seus aparelhos na Índia, também irá fabricar seus aparelhos por lá, porém, num primeiro momento, o Brasil foi escolhido para ser o primeiro país a produzir os smartphones da companhia, sem contar a China, país natal da Xiaomi.
Dessa forma, podemos imaginar que os dispositivos da Xiaomi chegarão ao mercado brasileiro com rapidez e agilidade, nos mesmos moldes dos aparelhos da Motorola, que também são produzidos por aqui e chegam ao mercado brasileiro dias após seus lançamentos.

 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa