Pular para o conteúdo principal

Galaxy J2 Prime e J7 Prime: Samsung entra na briga pelo 'preço justo'

O Galaxy J2 Prime é o novo celular que a Samsung traz para as lojas do Brasil no fim de 2016. Por menos de R$ 1.000, o smartphone tem como objetivo atrair o público mais jovem e que busca uma opção com preço mais acessível. Outra novidade que chega ao mercado, o Galaxy J7 Prime entra na briga do “preço justo” com nomes de peso, como o Moto G 4 e o Zenfone 3.

Ambos contam com internet 4G e são dual chip, dois requisitos bastante comuns do público consumidor. Os demais detalhes – antecipados pelo TechTudo com exclusividade – você fica sabendo nas linhas a seguir. Eles chegam às lojas a partir de amanhã (18).

Galaxy J2 Prime (foto) e J7 Prime são as novas apostas da Samsung para o segmento intermediário (Foto: Divulgação/Samsung)

Galaxy J2 Prime: o foco é o preço


Custando R$ 799, o Galaxy J2 Prime é o smartphone da Samsung para quem quer pagar “pouco” por um telefone. O adjetivo “pouco” leva em consideração que existem dispositivos na casa dos R$ 4.000, como os Xperia da Sony. Mais do que isso, também considera o mais recente estudo da consultoria IDC, que apontou que 64,2% dos smartphones vendidos no Brasil custam entre R$ 499 e R$ 999. Neste aspecto, a fabricante sul-coreana acertou em cheio.


O J2 Prime tem tela em TFT LCD de 5 polegadas. Sua câmera principal produz fotos em 8 megapixels, enquanto a câmera frontal oferece 5 megapixels. O armazenamento é de 8 GB, com possibilidade de expansão por meio de cartão de memória microSD de até 256 GB. A memória RAM – especificação que mais preocupa – tem 1,5 GB e o processador é um quad-core de 1,4 GHz fornecido pela fabricante MediaTek.


Amantes da televisão terão no J2 Prime um aliado: ele tem sintonizador do sinal de TV digital em alta definição. Em entrevista ao TechTudo, o gerente de produto Renato Citrini brincou com o outro padrão de TV digital, chamado de OneSeg: “Se você estiver vendo futebol nele, não enxerga nem a bola, nem o placar”. De fato, a recepção da TV no padrão HD é mais vantajosa para o consumidor.

Galaxy J2 Prime é o primeiro celular da linha J na cor rosa (Foto: Divulgação/Samsung)

Quando perguntado se 8 GB são suficientes para um público-alvo mais jovem e que adora encher o smartphone de músicas em apps como Spotify, Google Play Music ou Deezer, o executivo respondeu o seguinte: “É uma equação em que tentamos chegar às funcionalidades e preço que são atrativos para esse cara. O jeito de ouvir música e de ver filmes está mudando, mas por enquanto essa é a nossa melhor oferta.” Ele ainda lembrou que o consumidor tem a opção de colocar um cartão de memória – e muita gente já tem um desses porque comprou para usar num modelo mais antigo de telefone.


O J2 Prime roda Android 6.0 Marshmallow e não tem previsão de receber a atualização para o Android 7.0 Nougat. O smartphone começa a chegar às lojas nesta sexta-feira (18), com opções de acabamento nas cores preto, prata e rosa. Aos poucos, vai substituir o modelo Galaxy J2.


Vale lembrar que atualmente a Samsung vende o Galaxy J5 Metal, outro smartphone com apelo mais popular. Ele é encontrado na internet por valores a partir de R$ 889,90.


Galaxy J7 Prime: corpo em alumínio, no lugar do plástico


Seguindo a lógica de que a numeração depois da letra “J” indica quão potente é um novo modelo de smartphone, é natural concluir que o Galaxy J7 Prime tem mais poder do que o J2 Prime.


A ficha técnica dele inclui a tela de 5,5 polegadas, com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels); câmera traseira de 13 megapixels; câmera frontal de 8 megapixels; processador octa-core de 1,6 GHz da marca própria Exynos; e memória RAM de 3 GB.

Galaxy J7 Prime traz sensor de digitais para a linha J (Foto: Divulgação/Samsung)

As duas câmeras trazem abertura f/1.9. Trocando em miúdos, significa que mais luz entra em contato com o sensor que produz a foto. A promessa é de imagens mais belas e nítidas em condições de baixa luminosidade, como em jantares ou outros compromissos à noite. “Significa que ele tem mais entrada de luz. Quando está em uma ambiente mais escuro, como no ‘parabéns pra você’, a fotografia sai melhor”, diz Citrini.


Saindo das especificações mais óbvias, os diferenciais do celular são o sensor biométrico que permite desbloquear o telefone ao encostar o dedo no botão Home – similar ao Touch ID do iPhone – e a proteção contra arranhões e pancadas, da marca Gorilla Glass.


O desenho industrial conta com vidro 2.5D na parte da frente e alumínio na parte de trás, um avanço em relação a modelos feitos totalmente em plástico (como o J2 Prime, outro lançamento desta semana). Na traseira, a câmera não fica mais em um calombo – reclamação constante de quem deixa o smartphone em cima da mesa e percebe o desnível.

J7 Prime tem proteção Gorilla Glass 3 contra quedas e arranhões (Foto: Divulgação/Samsung)

O J7 Prime mira no lançamento mais recente da Asus, o Zenfone 3. Ele sai a R$ 1.599, mesmo valor cobrado pelo sucessor do Zenfone 2, um aparelho bastante popular entre o público consumidor. O armazenamento é de 32 GB, com entrada para cartão microSD. São duas opções de cores: totalmente preto ou prata na frente e dourado na parte de trás. Ele também roda o Android 6, sem previsão de update, e aos poucos vai substituir o Galaxy J7 e Galaxy J7 Metal.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As cidades brasileiras com maior número de dispositivos infectados por hackers

Os brasileiros precisam estar cada vez mais atentos com a segurança digital dos seus computadores e celulares. Um relatório da Norton by Symantec revela que o país é o terceiro com mais dispositivos infectados por hackers através de bots.
O país também se destacou como sendo o mais afetado da América Latina, com 37% dos equipamentos infectados. As cidades de São Paulo (36,3%), Rio de Janeiro (20,74%) e Curitiba (6,29%) concentram a maior parte das infecções no país. Além disso, a capital paulista é a segunda com o maior número de dispositivos infectados, ficando atrás somente da Cidade do México.

Veja as dez cidades brasileiras e da América Latina que mais sofrem ataques hackers:

Apenas em 2016, foram identificados mais de 6,7 milhões de dispositivos que foram adicionados à rede global de botnets – os bots são dispositivos conectados à internet infectados com malware que permitem que hackers assumam remotamente o controle de muitos dispositivos ao mesmo tempo –, sendo que mais de 689…

Como recuperar fotos apagadas do Instagram

(Foto: Reprodução)
Como recuperar fotos apagadas do Instagram


Caso você tenha apagado uma foto bacana do Instagram e queira recuperá-la, existem duas possibilidades de fazer isso, embora nenhuma delas garanta que sua imagem será de fato recuperada.

Abaixo explicamos de duas maneiras como encontrar uma foto que você já postou no Instagram. Uma delas depende do Facebook, enquanto a outra aposta na câmera do seu smartphone para resgatar imagens antigas.

Pelo Facebook

Caso você tenha vinculado sua conta do Instagram ao Facebook e costume postar as fotos nas duas redes simultaneamente, é bem provável que a foto removida do Instagram também esteja no seu Facebook.

Para encontrá-la, entre no seu perfil na rede social de Zuckerberg e procure pelos álbuns de fotos. Um deles chama "Instagram Photos" e conta com todas as imagens enviadas ao Facebook por conta do Instagram. Lá dentro, é só procurar a foto que você quer no meio delas.

Nas fotos do seu smartphone

Caso você mantenha ativada a opçã…

GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

(Foto: Reprodução/Mashable)
GoPro revela a Hero 6 Black, sua nova câmera top de linha

A GoPro anunciou uma nova geração de sua tradicional câmera de ação. A Hero 6 Black chega para suceder a Hero 5 revelada no ano passado e traz uma série de novas capacidades para a câmera em termos de captura de imagem e conectividade.

Em termos de imagem, os usuários vão poder aproveitar a nova tecnologia para registrar vídeos em resolução 4K a uma taxa de 60 quadros por segundos. O modelo anterior só conseguia registrar 30 quadros por segundo nessa resolução. Além disso, quem preferir registrar vídeo em HD poderá aproveitar uma taxa de até 240 quadros por segundo, enquanto o antecessor só chegava a 120.

Já sobre conectividade, a chegada do suporte a redes Wi-Fi de 5 GHz será bem-vindo para quem já fez a transição para um roteador mais recente, com padrão 802.11ac. Isso pode permitir maiores taxas de transferência, o que é sempre uma boa notícia.

Outras mudanças incluem a melhoria na estabilização de ima…