Dispositivo misterioso da Apple é encontrado na rede


(Foto: reprodução)
Documento revela dispositivo misterioso da Apple


Um arquivo de registro da Apple junto à FCC (Federal Communications Commission, espécie de Anatel dos EUA) revelou o A1844, um novo dispositivo da Apple 

Os dados disponíveis no documento não permitem identificar com precisão de quê se trata o aparelho.

O arquivo foi encontrado primeiramente pelo site francês Consomac. De acordo com o documento, o dispositivo tem dimensões semelhantes às da Apple TV de quarta geração. No entanto, enquanto as especificações de corrente da Apple TV são de 12V de tensão e 900 mA de corrente, esse aparelho gerará de 100 mA a 700 mA de corrente sob uma tensão de 5,5V a 13,2V.

Conectividades

Junto com o arquivo, estavam também testes de conectividade Bluetooth e NFC para o dispositivo, o que sugere fortemente que ele será compatível com essas tecnologias. Testes de Wi-Fi, contudo, não estavam presentes, o que implica que o dispositivo ou usará a mesma tecnologia Wi-Fi já disponível em outro produto da empresa, ou não terá conexão desse tipo.

De acordo com o Apple Insider, além das dimensões semelhantes às da Apple TV, a posição dos parafusos no aparelho também é parecida. O site ressalta que boa parte da documentação foi ocultada por conta de uma solicitação de confidencialidade da Apple. No entanto, uma imagem com o resumo de algumas especificações técnicas do aparelho pode ser vista abaixo:


Segundo o Engadget, é possível que esse aparelho seja uma atualização da Apple TV com capacidade de reproduzir imagens em 4K e HDR, para aproveitar as melhorias da câmera dos recém-lançados iPhones 7 e 7 Plus. O site ainda especula que pode tratar-se de uma central doméstica de autenticação, que, uma vez instalada, permitiria que o usuário destravasse todos os seus aparelhos da Apple em um só local.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa