Superaquecimento em tablet da Samsung faz voo mudar rota



(Foto: reprodução)
Superaquecimento em tablet da Samsung faz voo mudar rota


Um voo da Delta Airlines que viajava de Detroit (nos Estados Unidos) para Amsterdã (na Holanda) precisou desviar seu caminho por causa do superaquecimento de um tablet da Samsung pertencente a um dos passageiros. Com o desvio, o voo pousou em Manchester, no Reino Unido.

De acordo com a ABC, o superaquecimento começou quando o tablet ficou entalado em um dos assentos dos passageiros. Durante o movimento de reclinar a poltrona ou trazê-la de volta à posição vertical, o tablet (cujo modelo não foi especificado) caiu no meio dos colchões do assento e não pode ser removido.

Ele então começou a superaquecer e queimar o assento, soltado fumaça e provocando um odor estranho que pode ser sentido por todos os passageiros. Isso motivou o piloto a mudar o curso do avião. Após pousar em Manchester, o avião ficou duas horas em solo enquanto o assento era trocado, e então seguiu caminho até Amsterdã.

Falha de percurso

O acaso aconteceu em meio a uma crise da Samsung após o recall do Galaxy Note 7, cuja bateria podia explodir durante o carregamento. Apenas nos Estados Unidos, onde sua venda se tornou ilegal, mais de 90 casos do dispositivo pegando fogo enquanto conectado à tomada já foram reportados.

Além dele, no entanto, outros casos de aparelhos da Samsung pegando fogo começaram a aparecer. Recentemente, um Galaxy S7 da empresa também começou a superaquecer e soltar fumaça na mão de uma mulher no Reino Unido. Nesse caso, o dispositivo não estava carregando.

Na Índia, um Galaxy Note 2 também pegou fogo durante um voo. As chamas foram apagadas pela tripulação da aeronave com o auxílio de um extintor de incêndio, e ninguém ficou ferido. O avião pousou em segurança. O país já havia proibido que passageiros de aviões despachassem o Note 7 em suas bagagens.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa