5 celulares com Windows Phone que bateram de frente com iOS e Android


Relembre 5 celulares com Windows Phone que bateram de frente com iOS e Android
A Microsoft admitiu que perdeu a batalha nos celulares e que é hora de seguir em frente

A Microsoft finalmente admitiu algo que já estava claro há muito tempo, a empresa perdeu a corrida dos smartphones. Com a admissão da derrota, preparamos uma lista para você matar a saudade (ou não) dos principais modelos de Windows Phone lançados.

Lumia 1020

Esse talvez tenha sido o smartphone da lista que mais se destacou no mercado. O Lumia 1020 chegou em 2013 trazendo uma câmera gigantesca na parte traseira do aparelho capaz de fazer fotos com até 41 MP. As especificações ainda incluem tela de 4,5 polegadas com resolução HD, processador dual-core de 1,5 GHz, 2 GB de memória RAM, bateria de 2.000 mAh e memória interna de 32 GB ou 64 GB de acordo com a versão.


Apesar de fazer um estrondo quando chegou ao Brasil custando R$ 2.400, o telefone que tinha Windows Phone 8.1 não teve um grande desempenho nas vendas. O resultado foi que ele perdeu espaço para os concorrentes que apostavam mais nas configurações de hardware do que em câmeras que tiravam fotos imensas.

Lumia 1520

Também rodando Windows Phone 8.1, primeiro "Windows Phablet" chegou por aqui em 2013 trazendo boas configurações de hardware, mas com destaque para a tela Full HD com resolução 1920 x 1080 pixels. Havia também processador Snapdragon 800, 2 GB de RAM, bateria de 3.400 mAh, 32 GB de memória interna expansível com cartão microSD. A câmera é mais modesta e capaz de fotografar em até 20 megapixels.


Esse smartphone veio ao Brasil como uma opção mais parruda e menos focada na câmera do que o modelo 1020, lançado meses antes. Por essa razão, o preço foi fixado em R$ 2.600 no Brasil. A falta da caneta S Pen e a impossibilidade de executar dois ou mais apps de forma simultânea acabou prejudicando o sucesso do celular.

Lumia 950 e 950 XL

Esses modelos, que não foram lançados no Brasil, marcaram a última tentativa da Microsoft em tentar competir com telefones top de linha usando o sistema operacional Windows Phone. Como já é de conhecimento geral, a empresa fracassou na tentativa.

Ambos foram lançados trazendo como grande destaque as telas de 5,2 e 5,7 polegadas Quad HD com resolução de 2560 x 1440 pixels.


O modelo XL veio com configurações mais parrudas. Processador octa-core Snapdragon 810 de 64 bits, 3 GB de memória RAM e câmera principal de 20 megapixels com flash LED triplo e bateria de 3.340 mAh. A memória interna é de 32 GB, mas expansível para até 2 TB. Ele custava US$ 650 quando chegou ao mercado norte-americano.

Já o modelo compacto se diferencia pelo processador e bateria mais modestos: Snapdragon 808 hexa-core e 3.000 mAh. Consequentemente, o preço na data de lançamento também era menor para esse modelo: US$ 550.

Lumia 520

O baratinho colorido da lista chegou ao Brasil em 2013 e foi um dos responsáveis por ajudar a Microsoft a superar a Apple na briga dos sistemas operacionais por aqui.


O aparelho nasceu com a tentativa de se destacar na questão custo-benefício. E até foi bem nessa missão, pelos menos para os modelos disponíveis na época. Anunciado por R$ 600, ele conta com Snapdragon s4 dual-core de 1 GHz, 512 MB de RAM, tela de 4 polegadas com resolução 480 x 800 pixels e bateria de 1.430 mAh. A câmera principal de 5 MP é capaz de filmar com resolução HD em 720p.

Lumia 925

Para completar a lista temos o Lumia 925. Esse era considerado principal smartphone da Microsoft com Windows 8.1 até que a empresa resolveu mudar sua estratégia de negócio e passou a adotar o sistema Windows 10 Mobile para os smartphones da linha. Chegou em 2013 por R$ 1.799.


Nas configurações técnicas ele vem com tela AMOLED de 4,5 polegadas e resolução 1280 x 760 pixels. As câmeras são de 8,7 megapixels com duplo flash LED e 1,2 megapixel na frontal. O processador é dual-core de 1,5 GHz com 1 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno, mas sem entrada para cartão microSD, o que é o grande ponto negativo do aparelho.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa