Sony Xperia XA Ultra chega com câmera frontal de 16MP


Novo Sony Xperia XA Ultra chega com câmera frontal de 16MP por R$2.400


Novo smartphone gigante com foco em selfies da fabricante também conta com poderosa câmera traseira de 21.5MP. Pré-venda começa em 29/08.





A Sony anunciou nesta quarta-feira, 24/08, o lançamento no Brasil do seu novo smartphone Xperia XA Ultra, que traz tela Full HD de 6 polegadas e câmeras com especificações poderosas. O aparelho tinha sido apresentado pela empresa em maio deste ano.

Com câmera frontal de 16MP, o aparelho deve agradar especialmente quem gosta de tirar selfies, já que também conta com flash e estabilização óptica na sua parte da frente. Assim como a frontal, a câmera traseira traz abertura f2.0, mas conta mais megapixels: 21.5MP. Outros recursos incluem flash, lente super angular e autofoco híbrido.

Outras especificações do novo smartphone da Sony incluem processador octa-core MediaTek de 2.0GHz e 64-bit, 3GB de RAM e 16GB de armazenamento interno (expansível para até 200GB via microSD).

O aparelho está disponível em versões dual-SIM e também apenas para um SIM card (essa é exclusiva da Vivo) - inicialmente a Vivo e a Claro serão as únicas operadoras com o aparelho, que também será vendido nas lojas on-line e físicas da Sony, além de parceiros do varejo.


Também chama a atenção um recurso para ampliar rapidamente o teclado da tela, podendo deixá-lo com um tamanho de quase 4 polegadas, mesmo tamanho de smartphones mais antigos e/ou de entrada.

O aparelho não traz bordas laterais em sua tela e conta com acabamento de metal na parte da frente e dos lados, sendo que a traseira é feita de plástico.

Disponível por aqui nas cores preta ou branca, o Xperia XA Ultra terá sua pré-venda iniciada em 29 de agosto e preço sugerido de 2.400 reais - o aparelho chega às lojas por volta do dia 14 de setembro.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa