Be My Eyes – Novo Aplicativo de Celular para Cegos


Existem aplicativos de todos os estilos no mercado de smartphones e dispositivos móveis. E essa matéria é bastante curiosa porque vai ser capaz de beneficiar muitas pessoas em nosso país. Então se você leitor tiver um familiar ou um amigo cego, essa é uma notícia muito bacana. Saiba, caros leitores, que existe um app feito exclusivamente para as pessoas com deficiência visual. O que vocês acham disso? Trata-se de uma revolução da tecnologia que certamente ajudará muitas pessoas.

O aplicativo, no entanto, se chama "Be My Eyes''. Ele permite que o dono possa enxegar por meio dos olhos dos outros. Parece simples, mas é muito bem pensado. Por enquanto, apenas smartphones com iOS servem para esse app.

O aplicativo auxiliará os cegos a saberem as placas, os nomes das ruas, coisas que para a maioria da população é singelo, mas para eles fazem toda a diferença. O app conversa com seu proprietário dando informações valiosas e facilitando assim no cotidano da pessoa com deficiência visual.

Não é preciso escrever, o aparelho diz o que está enxergando, passando os detalhes para seu dono.

O "Be My Eyes" funciona tanto sozinho como pode contar com a ajuda de voluntários que queiram ajudar a população cega. Com essa tecnologia, o público alvo pode saber a validade de um produto, o endereço de uma rua, entre outras realidades cotidianas. Quando um voluntário surge, a função do app fica ainda mais interessante, afinal, eles são conectados numa chamada de vídeo, de modo que a pessoa voluntária pode descrever ao cego o que está vislumbrando no momento. Esse aplicativo é para iPhone e vale a pena ser baixado, pois estamos falando de algo bom para sociedade em termos gerais.

Uma informação curiosa é que esse app foi inventado pelo dinamarquês Hans Jorgen Wilberg. Como vimos, este app é bastante inovador e promete fazer bastante sucesso.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colecionando problemas: Google Pixel tem falha na função toque duplo para despertar

Microsoft patenteia leitor de digital e gestos como o do Google Pixel

BlackBerry deixa de fabricar smartphones e licencia marca para chinesa